Chegou uma das datas mais legais e esperadas do ano: o Spotify acaba de liberar sua retrospectiva anual para você analisar quais músicas e artistas ajudaram você a sobreviver a esse ano (extremamente) atípico que foi 2020.

A novidade deste ano é o formato em que o Spotify Wrapped é apresentado. Como já falamos anteriormente, a plataforma de streaming de música decidiu entrar na febre dos stories. Por isso, ao acessar o aplicativo, você verá um card com o título “2020 Wrapped” e, ao clicar nele, uma sequência de stories mostra quais foram os artistas, gêneros, músicas e podcasts que ficaram no topo da sua lista deste ano.

Pelo aplicativo do Spotify ainda é possível compartilhar sua retrospectiva nas redes sociais, então se prepare para ver nas próximas semanas uma enxurrada de stories com os gostos musicais dos seus amigos. Além dos dispositivos móveis, também é possível acessar o compilado pelo navegador, pelo link 2020.byspotify.com/br, ou ainda digitar “Retrospectiva” na barra de busca da plataforma (tanto no app como no desktop).

Além da retrospectiva individual de cada usuário, o Spotify também divulgou o levantamento geral do uso da plataforma no Brasil. No ranking dos artistas mais ouvidos, Marília Mendonça conquistou o topo, com 22 músicas entre as 200 mais ouvidas no app em 2020. A cantora sertaneja ficou em primeiro lugar entre as mais populares com a música “Todo Mundo Vai Sofrer”.

Alguns dados interessantes na retrospectiva deste ano apontam para o impacto da pandemia de COVID-19 na forma como as pessoas utilizaram a plataforma. As playlists para trabalhar de casa, por exemplo, tiveram um aumento de 1.400%, enquanto os podcasts sobre saúde e bem-estar cresceram 180%.

Além da pandemia, o ano também foi marcado por pautas importantes no campo dos direitos humanos. Segundo o Spotify, a playlist Black Lives Matter contabilizou mais de 64 milhões de reproduções, com 65 mil playlists sendo criadas com o título “BLM” or “Black Lives Matter”.

Apesar de ser uma ação simples, a retrospectiva do Spotify já virou tradição entre os usuários. A música costuma estar tão atrelada à nossa rotina que é sempre uma surpresa ver quanto tempo gastamos ouvindo um artista ou conferir qual gênero dominou as nossas playlists. Além disso, há sempre aquela esperança de que os podcasts estão, aos poucos, ajudando a conscientizar mais as pessoas.

[Tecnoblog, Spotify, Rolling Stone]