O que US$ 100 podem fazer em seu desktop? Bastante. Se eu quisesse montar um novo equipamento sem gastar muito, eu poderia comprar o Ryzen 3 3100 ou o Ryzen 3 3300X da AMD, e seria um negócio justo. Eles têm desempenho impecável e incluem uma quantidade surpreendente de potência, mesmo sendo uma das CPUs de entrada da nova linha Ryzen.

Basta olhar para a última geração de processadores baratos da empresa. No lançamento, por US$ 110, o Ryzen 3 2100 tinha quatro núcleos/4 threads e um clock base de 3,1 GHz (3,4 GHz no modo boost). O Ryzen 3 200X não era muito melhor. Custava cerca de US$ 130 com o mesmo núcleo e threads, mas com clock base e boost diferentes (3,5 GHz e 4 GHz, respectivamente).

Desta vez, as coisas mudaram. Os novos Ryzen 3 3000 estão mais rápidos, mais baratos e agora possuem 8 threads.

Se você não viu ainda, aqui vai um resumo das especificações das CPUs para desktop da série Ryzen 3 3000 da AMD:

  • Ryzen 3 3100: 3.6GHz base (3.9GHz boost), 4-core/8-thread, 65W TDP ($100)
  • Ryzen 3 3300X: 3.8GHz base (4.3GHz boost), 4-core/8-thread, 65W TDP ($120)

A AMD finalmente adicionou o que chama de SMT (Multi-Threading Simultaneous) a esses dois novos processadores, que funcionam como o hyper-threading da Intel: dividindo os núcleos físicos em virtuais para que cada núcleo possa executar dois fluxos de instruções ao mesmo tempo.

Os Ryzen 3000 anteriores não tinham SMT, por isso estavam presos aos 4 núcleos/4 threads, mas com o SMT, a AMD conseguiu aumentar a contagem para 8 threads a partir de quatro núcleos e oferecer o maior poder de processamento possível ao preço mais mais baixo possível — o suficiente para rivalizar com alguns aspectos do Intel Core i7-7700K, um processador de primeira linha de três anos atrás.

Infelizmente, não temos como comparar com os últimos processadores Intel, mas em nossa conversa com a AMD eles se referiram ao Core i7-7700K, que nós já testamos. Então parece ser uma boa comparação, já que o testamos e dá para ter uma noção.

Nosso teste incluiu: placa de vídeo GTX 1080 Ti, placa-mãe Asus Rog Crossharis VIII Hero, SSD Samsung 970 Evo NVMe M.2 de 500 GB, fonte Corsair RM750X e um AMD Wraith Prism LED RGB para resfriamento.

Para benchmarking, observei a velocidade de transcodificação com o Handbreak e a velocidade de renderização com o Blender. Para jogos, rodei benchmarks nem jogos como Civilization IV, Shadow of Tomb Raider, Far Cry 5, Total War: Warhammer II e Metro Exodus.

Aqui vão alguns resultados de benchmarks:

Quando se trata de desempenho multinúcleo, não há diferença entre o 3100 e o 3300X. As duas CPUs tiveram uma média de pouco mais de 19900 no Geekbench 4. Mas se você estiver disposto a gastar US$ 20 a mais pelo 3300X, ele tem um melhor desempenho de núcleo único, 5133 versus 5279, respectivamente.

O 3300X apresenta um desempenho um pouco melhor no Handbrake ao transcodificar um arquivo de vídeo 4K na predefinição 1080p30, mas por apenas 10 segundos. No entanto, ele brilha muito mais ao renderizar imagens usando o mecanismo de renderização em ciclo com a CPU no Blender. Ele também é mais rápido que o 3100, com um minuto inteiro de diferença.

Também há um ligeiro aumento de FPS em vários jogos diferentes, mas é realmente insignificante a diferença entre os dois processadores. Estou falando da diferença de um ou dois quadros. No entanto, apesar da pequena diferença, ainda sugiro a opção mais cara.

O que você ganha com esses US$ 20 extras é o poder de se gabar de ter uma CPU de US$ 120 que pode fazer overclock até 4,3 GHz em vez da velocidade máxima de 3,9 GHz, do 3100, e o overclock faz uma diferença decente. 4,3 GHz por pouco mais de US$ 100? Isso é muito bom.

CPUs AMD Ryzen 3 3100/3300X
Ventoinha no AMD Ryzen 3

O que são?
Os novos processadores com bom custo benefício para desktop da AMD.

Preços
US$ 100 ou US$ 120 (ainda não estão disponíveis no Brasil), depende do modelo que você escolher.

Curti
Preço e desempenho.

Não curti
Desempenho em games entre os dois é parecido, o que torna difícil justificar gastar menos no 3100, a menos que você não tenha como gastar US$ 20 a mais.

Embora eu não recomende usar a ventoinha que vem incluída no kit, o 3300X fica quentinho e chega perto dos 70°C, embora o 3100 supere essa temperatura. Eu tinha um sistema de ventilação funcionando no modo turbo no 3300X, que acelera o ventilador quando a CPU está processando muitas informações de um só vez, e ainda assim ficou quente. Um cooler melhor deixaria a CPU funcionar por mais tempo em altas velocidades de clock.

Mas voltando aos benchmarks, se você quiser jogar games a 1080p, não errará com nenhum desses dois processadores. Um jogo como Overwatch pode chegar a cerca de 100 fps em 4K, mas em geral, o 4K era demais para o combo GTX 1080 Ti e Ryzen 3 3100/3300X, com média de 43 e 37 fps no Shadow of the Tomb Raider. Em 1440p foi um sucesso, mas o 3100 e o 3300x podem lidar facilmente com qualquer coisa em 1080p ultra e ficar em uma média de 60 fps.

Aqui está a média das duas CPUs Ryzen com desempenho a 1080p na configuração gráfica mais alta:

  • Shadow of the Tomb Raider: 98 fps
  • Metro Exodus: 72 fps
  • Total War: Warhammer II: 93 fps
  • Far Cry 5: 94 fps

Os números variam de acordo com a placa de vídeo. Como a série GTX 10 está fora de linha há algum tempo, é provável que você ache a série GTX 16 ou RTX 20, se quiser ficar perto ou ter o mesmo desempenho dos jogos acima.

A RTX 2060 Super deve resolver, mas se você precisar de algo mais barato, a GTX 1660 Ti ainda deve ter um desempenho bom com qualquer um desses processadores Ryzen. Eu também não recomendaria GPUs mais caras ou mais rápidas, pois provavelmente a CPU vai virar um gargalo de desempenho.

Como mencionei anteriormente, a AMD alega que esses processadores podem obter um desempenho ligeiramente melhor em jogos do que um processador de 7ª geração da Intel, o Core i7-7700K.

Infelizmente, eu não tinha um i7-7700K disponível para testar com o Ryzen 3 3100 e 3300X com a nossa variedade de jogos, mas o Gizmodo o testou anteriormente usando uma configuração semelhante para que eu pudesse comparar números. O desempenho dependerá da configuração geral do seu equipamento e de você ter feito ou não overclock, mas, do jeito que elas vêm na caixa, as novas CPUs econômicas da AMD ganham algumas e perdem em outras situações.

A velocidade de processamento multi-core do Core i7-7700K é mais lenta que a 3100 e a 3300X (18121 versus 19303 no Geekbench 4), mas eles não conseguem superar a potência de núcleo único do i7-7700K (5435 versus 5133/5279). Os processadores Ryzen também são um pouco mais lentos no Handbrake (entre 10 e 20 segundos) e no Blender (entre 2 e 3 minutos).

No entanto, o novo Ryzen 3 superou o i7-7700k no Civilization IV. Onde as velocidades de GPU/CPU da Intel eram 18/21,5, o Ryzen 3300X era o mais rápido em 11,3/7,2, com o 3100 um pouco atrás com 11,4/7,31. Isso não é péssimo para as CPUs de baixo custo comparadas com um processador que foi vendido por mais de US$ 400 em 2017 e ainda está listado na Newegg por US$ 560. No Brasil, ele é encontrado por R$ 1.676 à vista no Kabum.

No clock base, os novos processadores Ryzen 3, da AMD, ainda trazem muita potência para CPUs econômicas, e também são uma ótima opção para quem não quiser gastar muito. Se você planeja fazer overclock, o 3300X é a melhor escolha; a diferença de preço é mínima por um clock maior, além de sua velocidade de renderização ser mais rápida.

Apesar disso, eu aconselho esperar um pouco mais para entrar na onda de montar um PC. Estou ansiosa para ver como o recém-anunciado Core i3-10100 de 10ª geração da Intel se compara, especialmente em relação ao Ryzen 3 3300X, já que ele custa só US$ 2 a mais e não permite overclock. Mas se você não pode esperar para ver como a opção da Intel se sai, não tem problema, porque estes processadores da AMD são bem bons.

Leia-me

  • Eles são bons e têm preço acessível.
  • Não tem muita diferença entre os dois em desempenho de jogos e no desempenho de múltiplos núcleos.
  • Por US$ 20 a mais, você obtém renderização mais rápida e um clock maior com o 3300X.