Nos últimos meses, vimos uma quantidade bem grande de relógios inteligentes serem lançados. Em relação às funcionalidades, não há muita diferença entre um e outro.

O que diferencia os grandes vestíveis como o Huawei Watch dos outros é o aspecto luxuoso, como se fosse uma joia. Mas os acabamentos premium de ouro/prata vêm a um preço mais alto, se comparados a outros dispositivos com Android Wear.

O que é?

Um smartwatch redondo com a plataforma Android Wear que é mais bonito do que outros smartwatches Android Wear. Ele custa a partir de US$ 350, e pode chegar a US$ 800 se você quiser a versão dourada.

Huawei Watch

Por que é importante?

O software do Android Wear vem melhorando com o passar do tempo, mas o design do hardware não acompanhou essa evolução. Os relógios inteligentes encaram um desafio interessante de design. Um relógio bonito pode ser a diferença entre uma pessoa realmente usá-lo ou deixá-lo guardado em um armário de gadgets antigos.

A Huawei também está um passo atrás de outras empresas nos smartwatches – essa é a primeira tentativa dela em um mercado que muitas outras fabricantes já atuam, sendo que algumas já estão na versão 2.0 ou superior. Então apesar do seu design diferente no exterior, internamente ele ainda pode ser visto como um experimento.

Design

O Huawei Watch não tenta ser um Swatch comum nem um smartwatch disfarçado de nada. Ele não tenta esconder que é um relógio computadorizado.

Mas, assim como o smartwatch circular pioneiro que foi o Moto 360, o Huawei Watch tem um design arredondado que vai satisfazer pessoas ao ponto de que elas não poderão simplesmente ignorá-lo por causa do seu visual. Para mim, o Huawei Watch é um smartwatch muito mais bonito do que qualquer outro que eu tenha visto.

Huawei Watch

Em comparação com o novo Moto 360 (à direita), ele tem um corpo maior, o que traz vantagens que transcendem questões estéticas. As bordas mais grossas e a ausência de um sensor de luz ambiente permitem que a face do relógio tenha mesmo 360 graus.

Apesar do nome Moto 360, a Motorola precisou fazer alguns sacrifícios de design para criar uma moldura superfina. Isso inclui a tela de “pneu furado” que tem uma faixa na parte de baixo. O Huawei Watch não tem isso.

Em relação à tela de 360 graus, ela é bem-sucedida em um ponto que costuma ser doloroso em muitos gadgets – você consegue ler tudo o que aparece nela mesmo sob luz do Sol.

Huawei WatchPor outro lado, o Watch usa pinos de recarga com um suporte magnético proprietário. Não perca esse suporte – arranjar um substituto pode ser difícil. Também há um monitor de batimentos cardíacos, que funciona muito bem, mesmo se houver uma grossa camada de pelos entre o sensor e o braço.

Huawei Watch

Usando

Ok, vamos lá: o Huawei Watch é bonito o suficiente para você considerar usá-lo. Mas como é realmente usá-lo? O que pode diferenciar realmente um smartwatch de outro é a duração da bateria, mas nesse aspecto o Huawei Watch acaba fazendo mais ou menos o que outros já oferecem.

A não ser que você o use constantemente, a bateria aguenta pouco mais de um dia com uma única recarga. Pense em algo como 30 horas de uso, em média. Não chega nem perto dos vários dias que um Pebble aguenta, mas se você quiser uma tela AMOLED e sensor de batimentos cardíacos, é difícil imaginar que uma bateria aguente uma semana – ao menos não por enquanto.

Um smartwatch é reflexo do seu software, e o Huawei Watch, portanto, é um modelo de luxo para o Android Wear. Felizmente, o sistema melhorou consideravelmente desde que o testei pela primeira vez no ano passado – ele está mais potente e fácil de usar.

Huawei Watch

Por exemplo, o Google Maps é um aplicativo muito mais completo quando permite seguir direções de navegação diretamente a partir do smartwatch. Ou então, há um novo gesto que permite navegar pelas notificações girando o pulso. Também há suporte a emojis! Ah, e ele funciona com o iPhone. Todas essas novidades são boas em teoria, mas eu raramente usei essas coisas.

O Android Wear ainda é uma plataforma útil para ler mensagens de texto, tweets, e emails direto no seu pulso. Talvez você olhe para o relógio de vez em quando para ter certeza que conferir quantos passos já deu, ou para ver o resultado do jogo do seu time. Nesse ponto, o Huawei Watch é bastante útil, mas longe de ser indispensável. Eu acabei desligando completamente as notificações na metade do tempo.

Huawei Watch

Gostei

É uma joia muito bonita que também é um computador de pulso.

Não gostei

Ele começa em US$ 350, com uma pulseira de couro. Troque pelas opções de metal ou com acabamento de ouro, e o preço sobre a níveis proibitivos.

Não há opção de ajuste de brilho automático da tela. Isso significa que você precisa entrar nas configurações e ajustar manualmente quando for necessário, o que acaba aumentando o consumo de bateria.

Devo comprar?

Pelo preço cobrado lá fora, é difícil recomendar, considerando que existem opções mais baratas: o novo Moto 360, por exemplo, custa entre US$ 300 e US$ 430. Mas o Apple Watch abriu um precedente – pessoas estão dispostas a pagar bem caro por um smartwatch, e a Huawei vai seguir esses passos.

Mas não estamos falando da Apple: o Android tem um monte de outras opções, e o Huawei Watch está entre as mais caras de todas. A única coisa “nova” aqui é uma decisão sutil, mas significativa, de design.

Talvez o preço baixe com o tempo. Aí, se você quiser o relógio mais bonito com Android Wear, o Huawei Watch deve ser sua melhor opção.

Huawei Watch

Especificações técnicas

Sistema operacional: Android Wear 1.3
CPU: Snapdragon 400 (1,2 GHz)
Tela: 1,4 polegadas AMOLED
Resolução: 400×400
Pixels por polegada: 286 ppi
Memória: 512 MB
Armazenamento: 4 GB
Bateria: 300 mAh
Espessura: 11,3 mm
Carregador sem fio: Não
Wi-Fi: Sim
Sensores: giroscópio, acelerômetro, monitor de batimentos cardíacos, barômetro
À prova d’água: Não
Preço: US$ 350 – US$ 800

Fotos por Michael Hession