A NASA está desenvolvendo uma sonda chamada RASSOR para resolver um problema importante das missões no espaço. Com ele, a agência espera ser capaz de fazer um trabalho de mineração das superfície dos planetas e obter os componentes necessário para água, oxigênio e combustível para foguetes. Por esse motivo, a NASA apelidou a sonda como “robô operário”.

• A sonda Curiosity da NASA vai ganhar novos poderes e mais autonomia
• NASA lança com sucesso a espaçonave rumo a um asteroide



rassor

“Esta não é uma sonda comum da NASA com muitos instrumentos sofisticados que são bem frágeis”, de acordo com Rob Mueller, tecnólogo sênior na KSC’s Surface Systems. Segundo ele, o RASSOR pode “cavar, escalar, girar” e afirma que “se ele ficar de cabeça para baixo, conseguirá se virar sozinho.” Na foto abaixo, uma das primeiras versões da sonda sobe uma escada:

rassor-escada

Ainda não sabemos quando o RASSOR estará pronto para ação, mas certamente ele vai suportar uma carga de trabalho extenuante quando estiver pronto. Os engenheiros esperam que ele seja 5 vezes mais rápido que a sonda Curiosity e que seja capaz que ficar ativo por turnos de 16 horas seguidas, transportando 18 quilos de material por viagem.

No vídeo abaixo você pode vê-lo em ação:

[Motherboard]