A NASA anunciou que vai dar à sonda Curiosity novos poderes para disparar lasers em alvos que ela mesmo escolher.

>>> Um problema de software fez a sonda Curiosity ficar um tempo desativada
>>> Há um mistério escondido nos buracos perfurados pela Curiosity em Marte



O objetivo do laser é destruir rochas para analisar sua composição químicas, e obviamente não é o objetivo que ela aos poucos ganhe consciência e lidere uma revolução de robôs que vão colonizar a Terra.

Anteriormente, o processo dessas análises de composição química envolvia cientistas da NASA selecionando em cada local por qual a Curiosity passava o que ela analisaria com seus lasers, e o comando era feito remotamente. Ainda será dessa forma que muitos dos alvos da sonda serão selecionados.

Após uma atualização de software, a sonda vai ganhar esses novos poderes. Quando os cientistas não conseguirem se comunicar com ela, a Curiosity usará sua câmera para varrer a paisagem em busca de bons candidatos a análise. Isso significa que ela conseguirá disparar pequenos feixes por conta própria quando encontrar rochas incomuns ou partes estranhas do solo.

Essa atualização provavelmente vai aumentar a capacidade de rochas analisadas pela Curiosity, então com certeza poderemos apreciar muitas coisas legais nos próximos tempos.

Abaixo, veja os detalhes da missão inSight, prevista para ir à Marte em 2018, e que tem como objetivo estudar o interior do planeta vermelho:

Foto: NASA/JPL-Caltech/MSSS