A Samsung lançou nesta segunda-feira (10) seu novo aparelho de entrada no Brasil. É o Galaxy A01 Core, que tem especificações bem simples e custa R$ 999.

A empresa parece ter noção de que o aparelho não é muito potente. Em seu comunicado, diz que o Galaxy A01 Core é foi idealizado “para oferecer recursos para quem procura um smartphone para atividades básicas do dia a dia”. Com 2 GB de RAM e processador quad-core de 1,5 GHz, realmente não dá para esperar muita coisa além disso.

Em outros números e especificações, o Galaxy A01 Core tem 32 GB de armazenamento e slot para cartão microSD de até 512 GB, câmera traseira com uma só lente e sensor de 8 megapixels, câmera frontal de 5 megapixels e bateria de 3.000 mAh.

A tela tem resolução HD+ e um tamanho razoável, 5,3 polegadas, mas menor que as mais de 6 polegadas que têm vindo nos intermediários. Um detalhe é que ela não tem notch nem buraquinho para a câmera frontal, pois o aparelho tem molduras na parte superior e inferior.

Por R$ 999, o Galaxy A01 Core é bem caro. Para efeito de comparação, o Galaxy A01 não-Core foi lançado em abril custando R$ 1.099 e conta com processador mais potente (octa-core, 2 GHz) e câmera dupla na traseira, com sensores de 13 e 2 megapixels. Olhando para a concorrência, o Philco Hit PCS01, em que pese vir de uma marca com menos tradição nesse setor, tem bateria maior, 4 GB de RAM e câmera dupla pelos mesmos R$ 999.

E tem também a queda de preços depois do lançamento. O Galaxy A01 padrão já pode ser encontrado por R$ 750 no varejo, bem menos que os R$ 999 do Galaxy A01 Core. Com um pouco mais de dinheiro, já dá para encontrar opções melhores, como o Moto G8 (R$ 1.200), o LG K41S (R$ 1.000) ou o Galaxy A11 da própria Samsung (R$ 1.100).

A ver quanto o preço do Galaxy A01 Core cai nos próximos meses — ele vai ter que suar muito para encontrar seu lugar nas vitrines.

[Samsung]