No fim do ano passado, a Samsung fez certo barulho ao mostrar o Galaxy A9, o primeiro smartphone do mundo a ter quatro câmeras traseiras. Bom, se você se interessou por ele, saiba que ele vai começar a ser vendido por aqui a partir desta semana por R$ 3.199.

Samsung projeta receita menor por competição em smartphones e baixa demanda por chips de memória
Galaxy M é nova linha de intermediários da Samsung para competir com fabricantes chinesas

A primeira pergunta que vem à mente ao dar uma olhada no A9 é: por que vou precisar de um aparelho com quatro lentes traseiras? A empresa fala que é um smartphone para quem curte tirar fotos e cada um dos sensores conta com uma função específica para diferentes tipos de cena. O conjunto é composto pelas seguintes partes:

– Uma lente principal tradicional de 24 megapixels e abertura f/1.7;
– uma lente grande angular de 120 graus, com resolução de 8 megapixels e abertura f/2.4;
– uma lente tele com zoom óptico de 2x, sensor de 10 megapixels e abertura f/2.4;
– e uma “câmera de profundidade” com 5 megapixels e f/2.2.

Bom, a lente de grande angular vai ajudar a capturar mais do assunto dentro de um quadro. A tele vai ajudar você a se aproximar melhor do objeto e, por fim, a “câmera de profundidade” vai ajudar a captar aquelas fotos com efeito bokeh, em que há desfoque do fundo. Ah, a lente principal, com sua abertura f/1.7, pode ser especialmente útil para fotografar em cenas com pouca luz.

Em detalhe, o sistema de câmeras do Galaxy A9

E ainda tem a câmera selfie, né? Ela tem 24 megapixels e uma abertura f/2.0.

O processador do Galaxy A9 (2019) é o Qualcomm Snapdragon 660 octa-core. A tela é de 6,3 polegadas Full HD Super Amoled e a bateria é de 3.800 mAh, o que deve conferir ao smartphone uma autonomia de um dia. O carregamento é feito via USB-C, porém a entrada convencional de fone de ouvido foi mantida firme e forte neste modelo.

Na traseira, junto com o conjunto de câmeras, tem também o sensor de digital para poder desbloquear o telefone. Pelo menos as câmeras ficam longe do alcance dos dedos, o que deve impedir de o usuário ficar tocando sem querer nas lentes.

Quando lançado em outubro, a Samsung disse que ele seria vendido em duas versões (6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento e 8 GB de RAM e 128 GB de RAM). No Brasil, só será vendida a primeira versão.

A linha A, considerada de gama intermediária-avançada, é estratégica. Nos últimos anos, com o mercado de dispositivos ficando cada vez mais caros, as empresas têm caprichado em especificações e funcionalidades nesses dispositivos. A razão? Basta olhar o que as fabricantes chinesas têm feito, com aparelhos com bons recursos a preços competitivos.

Previamente, DJ Koh, presidente da divisão móvel da Samsung, disse que dispositivos intermediários cada vez mais receberiam especificações e recursos de aparelhos topo de linha. E, se tudo rolar como previsto, devemos ter um Galaxy S10 com opções de múltiplas câmeras, e não só as duas câmeras que eram praxe em aparelhos topo de linha até o ano passado.

Fora isso, a Samsung neste ano deve estrear a linha M. Ela deve substituir a linha J, que fez bastante sucesso nos últimos anos por aqui. Marcada para estrear inicialmente na Índia, esta série de aparelhos deve contar com modelos de câmera dupla e display que ocupa a frente toda com um pequeno recorte na tela para a câmera selfie.

No Brasil, a empresa continua líder de mercado e, durante o evento de lançamento, deu mais detalhes sobre o mercado premium, que compreende aparelhos acima de R$ 1.900. De acordo com levantamento da consultoria Gfk, a empresa sul-coreana detém 45,6% e é líder deste segmento.

O Galaxy A9 é só um dos esforços da Samsung neste sentido. No ano passado, tivemos o lançamento do Galaxy A7, que conta com um conjunto de três câmeras na traseira. E, bem, o valor dele é um pouco melhor que do A9: R$ 2.200.

Estamos em janeiro e este, por ora, é o primeiro grande lançamento do mercado nacional. Se já começamos o ano com quatro câmeras, estou ansioso no que isso vai dar até o fim de 2019.

Especificações

Galaxy A9 (2019)
Snapdragon 660 octa-core de 2,2 GHz
Android 8.0
Tela: 6,3 polegadas Full HD Super Amoled
Bateria: 3.800 mAh
Armazenamento: 128 GB (expansível até 512 GB)
Memória RAM: 6 GB ou 8 GB
Câmeras: 24 MP (f 1/7), 8 MP grande angular com abertura de 120 graus, 10 MP tele e câmera de profundidade de 5 MP; selfie: 24 MP (f/2.0)
Conectividade: Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac (2.4/5GHz), Bluetooth 5.0, USB tipo C, NFC, GPS
Rede: LTE Cat 9
Dimensões: 162,5 x 77 x 7,8 mm; 183g
Cores: preto, rosa e azul
Preço: R$ 3.199