Não existem muitos mamíferos grandes pelo mundo. E isso acontece porque uma espécie de mamífero – Homo sapiens – destruiu toda a concorrência que tinha. E agora uma equipe de pesquisadores demonstra o que teria acontecido com a megafauna do mundo se os humanos não existissem.

Hoje, a África subsaariana é um dos últimos lugares do planeta com uma grande quantidade de espécies de mamíferos grandes. “É um dos únicos lugares em que as atividades humanas ainda não acabaram com a maior parte dos grandes animais,” diz o ecólogo Soren Faurby. Mas mesmo lá, muitas espécies estão ameaçadas e seu alcance foi severamente limitado pela atividade humana.

Em outras partes do mundo, a maior parte das espécies de grandes mamíferos foi erradicada, ou quase. O bisão americano é um exemplo recente. Em muitos lugares, as espécies  de grandes mamíferos sobreviventes, como os ursos europeus, vivem em áreas montanhosas, onde há menos pessoas. A imagem acima mostra a diversidade de espécies de mamíferos em um mundo sem humanos; a imagem abaixo mostra como reduzimos essa diversidade.

Mapa de espécies de mamíferos no mundo

É uma imagem um tanto sombria. Mas se humanos nunca tivessem existido, os grandes mamíferos ainda dominariam todos os continentes na Terra, segundo Faurby e seus colegas. A equipe calculou os possíveis habitats para grandes espécies de mamíferos, como ursos, alces, elefantes, rinocerontes, tigres e lobos e outros em um mundo sem humanos. Para isso, eles calcularam como seria o habitat de cada uma das espécies em um mundo em que humanos jamais construíram uma fazenda ou cidade, muito menos alteraram o clima do planeta, e nem mexeram no ecossistema da Terra.

Neste mundo hipotético sem humanos, partes da América do Sul e do Norte – ambos continentes que não contam com muitos grandes mamíferos no mundo real – seria o lar de mais espécies do que a África subsaariana. Na Europa, rinocerontes e elefantes vagariam ao lado de ursos e alces. A equipe de cientistas publicou os resultados no Diversity and Distributions.

Os mesmos pesquisadores disseram antes que a extinção em massa da megafauna após a última Era do Gelo foi causada pela expansão humana, então a diferença entre como é o mundo hoje e como ele seria sem humanos não chega a surpreender. Mas Faurby e seus colegadas disseram que a descoberta pode ajudar no desenvolvimento de políticas de conservação de espécie. [ScienceDaily, Diversity and Distributions]