Em 2013, a Motion Picture Association of America obteve uma de suas maiores vitórias: o Hotfile, um site de compartilhamento de arquivos, teve que pagar uma indenização de 80 milhões de dólares por ter disponibilizado arquivos de filmes para download ilegal. Só que o preço que o Hotfile pagou não chegou nem perto dessa quantia e a MPAA contou essa lorota com a aprovação da justiça norte-americana.

De acordo com e-mails vazados da Sony (é, aparentemente isso nunca vai acabar) mostrados no TorrentFreak, o valor real do acordo ficou em 4 milhões de dólares. Ok que isso é uma dinheirama para um simples site de pirataria, mas é só 5% da grana que a MPAA alegou ter recebido. A associação cinematográfica foi em frente com a mentira e, pasmem, a enganação toda estava até escrita nos documentos do acordo. Segundo o e-mail divulgado pelo TorrentFreak, o acerto foi que o Hotfile pagaria US$ 4 milhões, fecharia o site e concordaria em confirmar que pagou US$80 milhões quando fosse questionado em público.

Se essa revelação for verdade — no momento trata-se apenas de um dos e-mails vazados da Sony — todas as outras vitórias da MPAA serão questionadas, como os 110 milhões de dólares que a associação teria recebido do isoHunt. E ficará claro que a estratégia de Hollywood se concentra em conseguir manchetes para assustar os outros sites de pirataria em vez de obter vitórias reais.

[TorrentFreak]