Há alguns dias, ouvimos falar sobre uma onda de sequestros virtuais de iPhones na Austrália: hackers bloqueiam o dispositivo remotamente e exigem uma quantia em dinheiro para liberá-los. Ataques desse tipo também aconteceram na Rússia, e segundo o jornal MK, dois hackers foram detidos, suspeitos de extorquir usuários da Apple no país.

De acordo com o MK, os hackers foram vistos por câmeras de vigilância sacando dinheiro depositado por uma das vítimas. Trata-se de Ivan, 23, acompanhado de um menor de 17 anos.



Ivan “nunca foi à escola e sempre trabalhava com formas de ganhar dinheiro fácil”, diz o jornal. Ele já havia sido processado por lidar ilegalmente com placas de carro, mas recebeu apenas uma multa e ficou em liberdade condicional.

Autoridades de crimes virtuais na Rússia vêm recebendo relatos de “sequestros” virtuais há seis meses. E as histórias são sempre parecidas: a pessoa nota que o dispositivo da Apple está bloqueado, e recebe um SMS avisando para transferir dinheiro a uma conta – o valor flutua entre o equivalente em rublos a R$ 30 e R$ 200. Depois que o hacker recebe o pagamento, ele promete enviar um SMS para o usuário com a nova senha do Apple ID.

Segundo o Ministério do Interior russo, os hackers conseguiam a senha através de phishing – criando páginas falsas, mas que parecem legítimas, onde usuários incautos inseriam seus dados – e também via acesso por e-mail ou por engenharia social.

O Ministério diz em comunicado: “os apartamentos dos acusados foram vasculhados, e foram apreendidos computadores, chips SIM e celulares usados em atividades ilegais, assim como livros sobre hackear sistemas de computador”. Ainda não está claro se estes russos foram os responsáveis pelos ataques na Austrália; eles poderiam apenas ser imitadores.

A Apple se pronunciou sobre os “sequestros” quando o caso australiano ganhou atenção da mídia. A empresa diz que não ocorreu uma invasão de contas iCloud nos seus servidores, e recomenda a quem foi afetado “mudar a senha do Apple ID o mais rápido possível”. Caso o usuário não tenha definido uma senha para desbloquear o iDevice, não dá para mudar a senha: é preciso restaurar os ajustes de fábrica seguindo estas instruções. [MK.ru e Ministério do Interior via Sydney Morning Herald]