Pensa só: um PC Linux barato enfiado dentro de um plugue de tomada. Algo como este SheevaPlug poderia abrir toda uma nova estrutura de gerenciamento e compartilhamento de dados que poderia tornar-se acessível às massas.

Dentro do SheevaPlug você encontrará um processador embutido Sheeva de 1,2GHz baseado no ARM, 512MB de flash, 512MB de DRAM, ethernet gigabit e uma porta 2.0. Insira-o em uma tomada de parede e pronto – eis um servidor Linux inteiramente funcional capaz de armazenar mídia digital acessível remotamente via Internet ou funcionar como uma impressão remota ou servidor de web. Além disso, ele suporta “múltiplas distribuições kernel de Linux 2.6” e opera com apenas 5W de energia. Assim, rodar e desenvolver software para a plataforma deve ser fácil (e uma economia substancial na sua conta de luz).

Atualmente, o povo que mexe com open source consegue o kit de desenvolvimento SheevaPlug por 99 dólares no site da Marvell. Diversos produtos baseados no design (como o Pogoplug) devem chegar em um futuro próximo com etiquetas que vão de 79 a 99 dólares. Com o tempo, a Marvell espera que o preço para estes dispositivos caia para menos de 50 dólares. [Marvell and WSJ via Tech Report via Slashgear]