A Microsoft acabou com o Zune e depois voltou atrás, mas agora é pra valer: os serviços de música e vídeo continuam – o Zune, no entanto, não será mais produzido.

A informação voltou à página oficial do Zune e foi confirmada por um porta-voz da Microsoft ao This is my Next. O porta-voz disse o seguinte: “Nós não estamos mais produzindo dispositivos Zune. Daqui em diante, o Windows Phone será o foco de nossa estratégia móvel para música e vídeo”.

O que isso significa para quem tem um Zune? “Absolutamente nada”, diz a Microsoft. O serviço Zune Pass continua funcionando, assim como o software do Zune, e a Microsoft promete honrar a garantia do aparelho.

Para o mercado de PMPs, no entanto, é uma pena. Ele concorria com o iPod Touch mas, como lembra o Pedro, o Zune era um produto diferente:

Eu olho o meu Zune HD, que tem uma tela minúscula, só 3 joguinhos, um navegador medíocre, que não funciona como pen-drive… E ele é, de longe, a melhor experiência para quem gosta muito de música. O lance é que eu espero que o Zune HD faça isso bem, nada mais, e por isso estou muito satisfeito. Se quisesse substituir um iPod Touch por um Zune HD ficaria decepcionado, já que o negócio da Apple é um computador para todos os fins. Mas como pra mim música é muito importante, estou bastante feliz com a minha escolha.

Imagino que sem o Zune, não teríamos a interface com tiles característica do Windows Phone 7/Windows 8. Mas, como disse a Microsoft, sai o Zune e entra o Windows Phone. Morre o hardware, mas o espírito do Zune continua entre nós. [Microsoft via This is my Next]