Sir Howard – quem o Wilson de forma presciente sagrou como um dos próximos Deuses dos Gadgets no mês passado – viveu perto do topo da empresa por quase cinco anos, mas teve sucesso limitado nos seus esforços em simplificar a anatomia da empresa. A substituição de Ryoji Chubachi por ele na presidência vem logo depois da comicamente abismal divulgação de lucros do último trimestre e foi interpretada como um sinal de que a Sony está realmente, seriamente tentando mudar.

O NYT relata que a Sony planeja “reorganizar” suas divisões de eletrônicos e jogos para melhor integrar os negócios estatelados da empresa” e apontou o antigo CEO da sua unidade de jogos para ser o cabeça desta empreitada. Obviamente isto significaria sérias mudanças de posições internas por parte da Sony, mas do ponto de vista dos consumidores, isto também poderia levar a mudanças drásticas na linhas convolutas de produtos da Sony. [NYT]