Holograma ainda é um recurso de ficção científica, mas pesquisadores da Human Media Lab, da Queen’s University, desenvolveram um smartphone protótipo que usa tecnologia holográfica para exibir imagens 3D dinâmicas sem a necessidade de óculos ou dispositivos para monitorar o movimento da cabeça.

>>> Tela OLED flexível de 18 polegadas da LG está pronta para ser mostrada na CES 2016
>>> As milagrosas telas dobráveis do futuro ainda vão demorar uns anos para chegar

Como isso é possível, considerando que TVs 3D ainda requerem o uso de óculos polarizados e o Nintendo 3DS conta com uma câmera frontal que monitora a posição da cabeça e do rosto do usuário? Tudo acontece graças a um truque esperto na tela do smartphone HoloFlex.

tela-holoflex

O dispositivo tem uma tela sensível ao toque OLED com resolução de 1920 x 1080, mas as imagens são exibidas como um pequeno arranjo de círculos largos de 12 pixels. Quando vistas através de uma cobertura especial feita em impressora 3D cobertas com 16 mil pequenas lentes olho de peixe, essas imagens parecem que vão pular da tela. E como o telefone é movimentado para diferentes lados, os objetos 3D podem ser vistos de quase qualquer ângulo.

O lado negativo disso é que as imagens ficam com uma baixa resolução de 160 x 104 pixels, mas com a evolução de tecnologia de resolução e fabricação de tela, eventualmente essas lentes cobertas especiais serão invisíveis ao olho nu.

Imagem 3D não é o único truque no telefone HoloFlex. A tela OLED dele é completamente flexível, permitindo que o telefone possa ser dobrado e torcido, introduzindo um elemento adicional de interação. Além de tocar a tela e outros gestos, os usuários poderão jogar games como Angry Birds ao dobrar fisicamente o aparelho para lançar os pássaros. Isso também significa que se você esquecer o HoloFlex no bolso e se sentar sobre ele, há pouco risco de sua tela estar zoada após levantar-se.

[YouTube via The Verge]