Esse é o celular General Mobile DSTL1, baseado no Android e com touchscreen Sharp de três polegadas. E é tudo o que o T-Mobile G1 não é: uma combinação de design maravilhoso e recursos que podem convencer consumidores a escolher a plataforma Android em vez do iPhone.

Sério, enquanto o G1 me deixa em um estado de espírito completamente blah, o DSTL1 me deixa com um tesão do tipo “eu quero que essa coisa vibre com muita força”.



Olhe para ele. É como se os designers de “Battlestar Galactica” tivessem trabalhado sobre o design do iPhone, adicionado cantos angulados, mas mantendo os mesmos detalhes cromados, vidro e plástico pretos, botão home circular, grelha de alto-falante e controle de volume. O resultado é um design que parece extremamente familiar para o público, mas adiciona mudanças suficientes para atrair as pessoas que querem algo com visual legal, mas diferente. E tem especificações melhores também:

 

DSTL1DSTL1DSTL1DSTL1DSTL1DSTL1DSTL1DSTL1

Impressionante. Aparentemente o DSTL1 estará no 3GSM, em Barcelona, no mês que vem, e eu estarei lá para ver se todos esses recursos são pra valer e quanto essa fera custará. Mas no papel e nas imagens renderizadas, ele pode ser o primeiro celular que me faria deixar o iPhone. O único “mas” para mim: ele tem 16 mm de espessura. Muito tijolão depois de acostumado com a magreza do iPhone. [General Mobile via Android Authority]