Depois de mostrar um teaser há duas semanas, a LG confirmou no sábado (5) que seu próximo smartphone com uma segunda tela giratória se chamará LG Wing. E embora eu possa perceber que eles estão tentando mudar o formato em um mercado cada vez mais cheio de aparelhos flip ou de tela dupla, devo confessar que na minha cabeça isso é tipo um crucifixo.

O vídeo mostra que o dispositivo tem algum tipo de mecanismo de deslizamento que pode rotacionar uma de suas duas telas, de modo que tudo fique em um formato de T. Ou, se você teve uma infância religiosa, praticamente um crucifixo que roda Android.

O LG Wing será o primeiro dispositivo da empresa lançado sob a bandeira Explorer Project, uma série de “dispositivos que oferecem experiências de usabilidade distintas, mas ainda inexploradas”, que ela afirma que criará um “território desconhecido na indústria”. A linha exata está em grande parte em segredo até agora, mas dado que a LG está falando que isso é uma iniciativa móvel, é seguro assumir que o LG Wing não será o último.

“O mais novo e ousado smartphone da LG oferecerá um formato novo e diferente e uma experiência móvel que seria impossível de criar com smartphones convencionais”, escreveu a empresa em um comunicado à imprensa no sábado.

O site Android Authority compartilhou o visual no mês passado, mostrando como as duas telas do LG Wind podem funcionar em conjunto. Em um dos exemplos é demonstrado como você pode usar um app de navegação em tela cheia e controla sua música ou chamadas simultaneamente enquanto dirige. Em outro exemplo, é exibido como a forma distinta do LG Wind pode criar uma experiência de jogo móvel única.

As especificações do aparelho ainda não foram confirmada, mas rumores dizem que o LG Wind terá suporte a 5G, deve ter processador Snapdragon 765 ou 765g, incluirá um conjunto de câmeras triplas traseiras e contará com tela de 6,8 polegadas e 4 polegadas. O pessoal do XDA Developers relatou no mês passado que ele custará US$ 1.000 no lançamento, embora um vazamento anterior sugeria que o preço sugerido seria de US$ 1.600.

Estou mais inclinada para o primeiro preço, dado o que a gente viu com o preço do Razr, da Motorola. A faixa dos US$ 1.500 é muito alta para smartphones com especificações de gama média. Sem contar que este é um formato novo, então, com certeza, não será um experiência redonda de início.

O LG Wing vai estrear oficialmente no evento Explorer Project da empresa em 14 de setembro às 11h (horário de Brasília). Você poderá acompanhar no canal do YouTube da LG ou na página do Facebook da marca.

Embora eu curta o formato em T, estou cética sobre se o LG Wing vai pegar. Claro, isso nunca foi feito antes, mas às vezes há um bom motivo para isso, mesmo em uma indústria como a de tecnologia, onde as pessoas estão constantemente produzindo inovações. Sempre que as empresas fazem coisas malucas como essa, sempre me faz pensar naquela grande citação de Jurassic Park: “Seus cientistas estavam tão preocupados em saber se poderiam que eles não pararam para pensar se deveriam”.