No último post falamos sobre os diferenciais entre os processadores existentes nos computadores e aparelhos celulares, os smartphones. Mas você sabia que mesmo entre este grupo de equipamentos portáteis existem tecnologias diferentes na aplicação e uso? E, no que diz respeito aos processadores, tecnologia e funcionalidade são essenciais para definir um aparelho.

Hoje em dia, são poucas as pessoas que se desconectam: o smartphone está ali, seja na função de vibrar ou em pleno uso, enviando e recebendo dados, chamadas, servindo como despertador, registrando aquele momento especial e diminuindo a distância entre dois ou mais pontos. Sim, já é possível realizar chamadas com mais de uma pessoa ao mesmo tempo, em alguns casos no formato de vídeo conferência.

São 24 horas por dia, sete dias da semana, funcionando. Como este aparelho se mantém estável? A resposta mais pertinente passa perto de “ele possui excelentes processadores” mas, pelo desconhecimento de todas as funções que este componente realiza, acabamos por nos contentar com “meu celular é muito bom” ou “um dia ele vai me deixar na mão”.

Não, ele não vai te deixar na mão. Especialmente se o processador for um Snapdragon S4, que reúne diversos componentes em uma única peça, dando potência aos recursos do seu celular e aumentando o tempo entre uma recarga e outra, o que prolonga a vida útil do aparelho. Além disso, o eficiente Snapdragon possibilita o processamento de dados, execução de músicas e filmes em alta definição e chamadas com apuração perfeitos, mesmo quando usados simultaneamente.

Agora ficou mais simples escolher um smartphone que acompanha seu ritmo. Não deixe de acompanhar esta série de posts que a Qualcomm preparou para apresentar os diferenciais e benefícios entre os processadores disponíveis no mercado.