Se uma pessoas é capaz de gastar US$ 1.730 em um cão robótico, mais US$ 800 em um plano de três anos para ter acesso a todos os seus recursos), faz sentido que ela faça o possível para cuidar dele.

Mas até que ponto os amantes dos filhotes robôs podem ir? Um novo acessório do Sony Aibo, criado principal fabricante japonesa de porta-bebês, pode ter elevado os limites a outro patamar.

O Aibo, cão robótico da Sony, veio ao mundo há 23 anos e na época não era apenas um companheiro robótico, era um companheiro robótico que estava realmente disponível para o consumidor médio (que tem muita grana sobrando) com características reais, interações facilitadas por meio de vários sensores e, eventualmente, a capacidade de responder a comandos de voz, anos antes dos assistentes virtuais ativados por voz que usamos agora.

No Japão, os Aibos tinham muitos adeptos. Quem poderia ter o filhote robótico era tão dedicado a seu companheiro que, quando a Sony parou de oferecer suporte a modelos mais antigos e as peças de reposição não estavam mais disponíveis para reparos, as pessoas realizavam funerais de verdade para os cães robôs.

Portanto, fazia muito sentido para a Sony trazer de volta o Aibo em 2017 com recursos atualizados permitindo que o robô se movesse mais como um cachorro real, telas OLED para olhos expressivos e uma câmera de nariz permitindo que o cão reconheça e reaja a rostos familiares e expressões faciais.

O novo Aibo não era o cachorro mais inteligente, mas era, sem sombra de dúvidas, adorável no que diz respeito aos robôs, e para uma nova geração de fãs de cães robóticos no Japão, a Sony se uniu a uma empresa chamada Lucky Industries, fabricantes de acessórios para bebês populares, para criar um porta-bebês especificamente para o filhote robô.

O Aibo Sling é uma solução de tamanho único que permite que os donos dos Aibos carreguem seus filhotes robóticos enquanto mantêm as mãos livres para outras tarefas, como brigar com pessoas que os zoam deles por usar um carregador de bebê para transportar o cachorro robô.

Assim como acontece com uma carregador para bebês de verdade, o Sling é completamente ajustável para que os usuários possam carregar confortavelmente seu robô, e foi projetado para não bloquear ou interferir com os sensores mais importantes do Aibo enquanto o robô está preso.

Por mais incrível que pareça, o Aibo Sling já está esgotado… Além disso, o site da Sony não tem previsão de quando um novo estoque estará disponível.