A SpaceX vinha sugerindo possíveis planos de ir a Marte, e agora anunciou uma data: a empresa planeja chegar à superfície do planeta vermelho em 2018.

>>> Elon Musk esclarece seu plano de “bombardear Marte”
>>> Missão espacial está indo rumo a Marte para encontrar sinais de vida

Um porta-voz da SpaceX compartilhou alguns detalhes adicionais sobre o planejamento de missão, e eles são bem emocionantes.

O anúncio menciona uma nave espacial chamada Red Dragon. Até o momento, conhecíamos apenas a cápsula Dragon, que vem sendo testada há anos e que recentemente se atracou à Estação Espacial Internacional. Ela vai receber uma atualização para que possa lidar com as condições do planeta vermelho.

O voo, como esperávamos, não será tripulado. O objetivo destas missões iniciais é descobrir como pousar grandes cargas de forma segura em Marte. Para fazer isso, a SpaceX planeja lançar cápsulas Red Dragon com um foguete chamado Falcon Heavy, uma versão do foguete Falcon 9 que vimos aterrissar em uma barca no início deste mês.

Mais emocionante, porém, é que as missões Red Dragon servirão de base para construir habitações e colonizar Marte. Elon Musk prometeu revelar detalhes sobre os planos de uma cidade marciana na próxima Conferência Internacional de Aeronáutica em setembro.

Além disso, Marte é o destino para esta missão, mas Elon Musk já está insinuando lugares muito mais distantes: uma nova cápsula Dragon 2 foi feita para resistir a ambientes inóspitos e “pousar em qualquer lugar do sistema solar”.

Logo depois, porém, ele jogou um balde de água fria em quem sonhava em viajar para outros planetas, dizendo que “não recomendaria transportar astronautas para além da região Terra-Lua”.

Imagem: SpaceX