Nem todo mundo que tem um alto-falante inteligente conta com uma assinatura de um serviço de streaming de música. Então, tanto a Amazon como o Google passarão a oferecer suas plataformas Amazon Music e YouTube Music na versão gratuita com propagandas para donos de Amazon Echo e Google Home, respectivamente.

Parece até que foi combinado, pois as duas empresas fizeram anúncio no mesmo dia, portanto na última quinta-feira (18) por meio de postagens em seus sites.

Por parte da Amazon, já havia rumores de que a companhia iria lançar esse serviço. A diferença é que agora temos a confirmação e detalhes. Para começar, essa compatibilidade entre o Amazon Music e dispositivos Echo passa a valer somente nos Estados Unidos.

Dessa forma, os usuários poderão fazer pedidos do tipo “Alexa, toque músicas da década de 1980” Ou “Alexa, toque a playlist Pop Culture”. No serviço, só estarão disponíveis playlists. Então, será possível, por exemplo, ouvir a estação de determinado artista, e não músicas ou álbuns em específico.

Amazon EchoAmazon Echo

Quem se irritar com as propagandas, poderá se tornar um assinante Prime da Amazon e ouvir tudo o que quiser sem a interrupção de anúncios.

Com o Google, o esquema é parecido. A versão com propagandas do YouTube Music é exclusiva para alto-falantes Google Home e ela dá acesso a playlists temáticas, o que significa que não dá para ouvir álbuns ou músicas em específico. Para ter mais controle, só pagando.

Para configurar o recurso, o usuário deve acessar o app do Google Home no smartphone, ir em Serviços e selecionar Música. Por fim, é necessário colocar o YouTube Music como padrão.

Diferente da Amazon, a versão gratuita com propagandas do YouTube estará disponível em mais países, e nenhum deles começa com B e termina em “sil”. Disponível a partir desde quinta-feira (18), Estados Unidos, Canadá, México, Austrália, Grã Bretanha, Irlanda, Alemanha, França, Itália, Espanha, Suécia, Noruega, Dinamarca, Japão, Holanda e Áustria.

Quando as empresas quando forem lançar seus alto-falantes por aqui, seria uma boa também oferecer este tipo de oferta. Talvez com uma caixa de som bacana e boas playlists, as pessoas entendam o valor de assinar um serviço de streaming ou não, aliás não custaria nada continuar ouvindo músicas com breves intervalos comerciais.

[Amazon e YouTube]