O governo indiano revelou seu tablet superultrabarato, que deve ser vendido para estudantes ainda este ano… por 35 dólares. Ele é um pouco grosso, mas por US$35 não dá pra reclamar do tamanho das bordas da tela.

Autoridades da Índia esperam poder fabricar e vender o tablet espesso a US$35 no início, antes que economias de escala reduzam o preço para US$20 – e no futuro US$10. Mas ele não será um dispositivo superlimitado e com poucas funções – ele vai rodar Linux e terá suporte a videoconferência, compatibilidade com PDF e arquivos de audio e vídeo, acesso à internet com Flash e muito mais.

O release completo do governo indiano pode ser lido aqui. [The Next Web]