O estado da Tasmânia, na Austrália, acaba de entrar para uma lista seleta de lugares no mundo que são abastecidos exclusivamente por eletricidade de fontes renováveis, de acordo com a Renew Economy.

O anúncio foi feito na sexta-feira (27) pelo Ministro de Energia da Tasmânia, Guy Barnett. Segundo ele, o estado é capaz de se sustentar com a eletricidade fornecida pelos seus projetos de energia eólica e hidrelétrica. A notícia se torna ainda mais impressionante considerando que o cronograma original previa que a transição seria completa apenas em 2022.

A mudança, é claro, não aconteceu da noite pro dia. Em 1895, a usina Duck Reach, em Launceston, se tornou a primeira hidrelétrica estatal do hemisfério sul. A Tasmânia continuou dependente de fontes suplementares, mas, com a expansão da energia eólica no estado, foi possível reduzir o uso de combustíveis fósseis para produção de eletricidade até o ponto de eliminá-los completamente.

Segundo Barnett, essa conquista foi possível com a inauguração de uma das últimas turbinas eólicas que estavam sendo construídas na região oeste do estado. “Quando as duas turbinas finais forem comissionadas em Granville Harbour, a Tasmânia terá acesso a 10.741 GWh de capacidade de geração de energia renovável — bem acima de nossa demanda média anual de eletricidade de 10.500 GWh”, explicou ele.

Além da Tasmânia, o Território da Capital Australiana (ou ACT, sigla em inglês para essa região, que inclui Camberra e alguns municípios vizinhos), também já utiliza apenas energias renováveis. Em relação a outros países, Escócia, Islândia e Costa Rica fazem parte da lista.

Após atingir essa taxa de 100% de energia renovável, o governo da Tasmânia vai concentrar seus esforços na próxima meta: atingir 200% até 2040. O objetivo é expandir essas capacidades para outros locais na Austrália, além de mercados internacionais.

De acordo com Barnett, “continuamos a desenvolver uma indústria de hidrogênio renovável na Tasmânia com a viabilidade de projetos importantes em andamento no âmbito do Programa de Financiamento da Indústria de Hidrogênio Renovável da Tasmânia de US$ 50 milhões do governo, que forma o pilar de nosso Plano de Ação de Hidrogênio Renovável da Tasmânia”.

[Renew Economy]