Já sabemos que a Microsoft vai trazer alguma coisa em fevereiro para o Mobile World Congress. Tem gente dizendo que será o Windows Mobile 6.6, mas agora a Bloomberg — e uma fonte confiável — estão dizendo que vai ser mesmo o tão aguardado Windows Mobile 7. Então qual vai ser?

A escolha mais conservadora seria, claro, o WinMo 6.6, dado que muitos relatos apontam que o WinMo 7 foi atrasado para o final de 2010. Só que a gente só ouviu falar da versão 6.6 ontem — até então, só conhecíamos a versão 6.5.3 — e qualquer lançamento que não seja o Windows Mobile 7 teria dificulade em encontrar mercado: a Motorola e a Samsung já deram um chega-pra-lá no WinMo enquanto uma versão competitiva não chega ao mercado.

Mas agora a Bloomberg está dizendo que o WinMo 7 será lançado no Mobile World Congress, então acho que o veremos oficialmente pela primeira vez em fevereiro.

Além disso, uma fonte confiável nos contou que o WinMo 7 está chegando mesmo mês que vem, e ainda nos contou de uma novidade interessante: ele terá gestos à la Project Natal para controlar o celular sem tocá-lo, boato que já ouvimos antes mesmo de o Natal ter sido revelado. E ele disse que seu smartphone com Windows Mobile não poderá ser atualizado para a versão 7, porque ele vai precisar de hardware mais potente (processador mais rápido, mais memória etc.) e precisará incluir suporte para a função de gestos.

Esta parte lembra um boato sobre as especificações do "Zune Phone", que é basicamente o Windows Mobile 7. O boato dizia:

Processador ARM v6+ com chip gráfico Open GL ES 2.0 – este poderia ser o TI 3430 ou o Nvidia Tegra. Para mostrar todo o eye candy seria necessária uma tela de 3,5” com 800 x 480 ou 854 x 480 pixels e multitouch. As especificações indicam também extras como câmera de 3 megapixels, GPS, acelerômetro, Bluetooth e Wi-Fi.

Então parece que veremos o Windows Mobile 7 no Mobile World Congress em fevereiro. É bom que ele seja fantástico, se a Microsoft quiser mesmo ter 25% de participação de mercado de smartphones até 2014. [Giz US via Bloomberg via Silicon Alley Insider; Giz USvaleu, fonte!]