Se você tem um Galaxy S, você sem dúvida está na expectativa do lançamento oficial da versão quase mais recente do Android, a 2.2, ou Froyo. E ela não chega! Uma suposta fonte explica a razão disso tudo. No resumo: dinheiro.

Como explicou o comentarista anônimo The Samsung Secret, no fórum do XDA developers, há níveis de atualizações para qualquer aparelho. São elas: crítica, de manutenção ou de recursos. Os fabricantes desenvolvem e os liberam, baseado num contrato assinado com as operadoras. Atualizações críticas, que resolvem algum bug absurdo, são fornecidas pelas operadoras sem custo nenhum; atualizações de manutenção, as de rotina, “têm algumas taxas de manutenção associadas”; e finalmente, de acordo com a fonte, as atualizações de recursos, que adicionam novidades ao aparelho, “normalmente são caras”.

De acordo com ele (ou ela!), a Samsung considera as atualizações principais do Android como atualizações de recursos, e “é preciso que as operadoras paguem uma taxa por cada aparelho atualizado para cada atualização incremental do Android”. (Diferente de outras fabricantes grandes de aparelhos com Android que, segundo a mesma fonte, não cobram pela atualização. E, realmente, nós confirmamos com outras grandes fabricantes e elas não cobram as operadoras pelas atualizações, ou seja, isso não é algo tão comum.) Assim, de acordo com a fonte, as operadoras não querem pagar pelas atualizações. Ou, como ele deixou de forma mais clara, “todas as operadoras dos EUA decidiram se recusar a pagar pela atualização 2.2 do Android, na expectativa de que as reclamações em relação ao Galaxy S fizessem a Samsung cortar as taxas para entregar as atualizações às operadoras”.

Nós falamos com algumas operadoras e com a Samsung para comentarem as alegações, mas só recebemos discursos padrões. Se eles derem alguma informação digna, nós atualizaremos a notícia. E seja lá o que tenha realmente acontecido nessa história, algo é claro: a atualização oficial para Android 2.2 não chegou para os aparelhos da Samsung, mesmo tendo chegado para alguns concorrentes nos EUA, e uma fração considerável e falastrona de donos do Galaxy S já estão começando a se irritar.

(Sinta-se livre para fazer seus próprios comentários sobre a ironia de a Samsung ser a fabricante do Nexus S, o único aparelho rodando a última e melhor versão do Android.) [XDA developers via Lifehacker]