Ciência

Terras indígenas protegidas detêm as florestas mais saudáveis ​​do mundo

Pesquisa evidencia papel crucial dos povos indígenas e comunidades locais na proteção das florestas; legislação e ação governamental são necessárias
Imagem: Antônio Cruz/Agência Brasil/ Reprodução

Um estudo publicado na revista Current Biology concluiu que as florestas tropicais mais saudáveis do mundo estão localizadas em terras indígenas protegidas. Dessa forma, segundo os pesquisadores, fortalecer os direitos territoriais dos povos indígenas é fundamental para alcançar as metas globais de conservação e clima.

Entenda a pesquisa

O estudo avaliou florestas tropicais nas Américas, Ásia e África usando conjuntos de dados de satélite. Além disso, considerou também os Anthromes, que são padrões ecológicos moldados por interações entre pessoas e ecossistemas.

Em geral, os pesquisadores avaliaram a integridade de florestas que fazem parte de terras indígenas protegidas e sem proteção, áreas protegidas regulares e áreas não protegidas.

Eles consideraram como florestas saudáveis aquelas altamente biodiversas com mínimas modificações humanas em sua estrutura. Dessa forma, buscaram áreas que mantinham a integridade da natureza.

“Após levar em consideração os vieses de localização, áreas indígenas protegidas tiveram o maior efeito protetor na integridade florestal e a menor intensidade de uso da terra em relação a terras indígenas sem proteção, áreas protegidas e áreas não protegidos”, escrevem os autores no artigo.

Os povos da floresta

Embora considerassem que as áreas mais preservadas fossem aquelas com pouca ação humana, descobriram que apenas 32,3% das florestas de alta integridade são terras selvagens. Isso significa que todo o resto está localizado em paisagens cultivadas. 

A informação reforça o fato “de que muitas áreas de importância para a conservação não são verdadeiramente selvagens e livres de humanos, mas são o lar de comunidades humanas“, afirmam os autores. 

Segundo a pesquisa, as florestas tropicais de alta integridade estão concentradas na Amazônia, no Escudo das Guianas, na Bacia do Congo, nas Terras Altas de Bornéu e na Nova Guiné.

O futuro do planeta

Dessa forma, o estudo conclui que a combinação da ação governamental de proteção e da presença indígena pode contribuir para a preservação das áreas naturais. 

Na última década, outras pesquisas também examinaram a relação entre a conservação liderada por indígenas e as áreas ambientais protegidas.

De acordo com um relatório do Instituto de Recursos Mundiais, 0,6% das terras indígenas na Amazônia brasileira foram desmatadas entre os anos 2000 e 2012. No mesmo período, áreas de fora de terras indígenas protegidas alcançaram 7% de desmatamento.

Além disso, segundo outro relatório, cumprir o Acordo de Paris não será possível sem reconhecer e apoiar o papel crucial dos povos indígenas e comunidades locais na proteção das florestas e no armazenamento de carbono.

Assine a newsletter do Gizmodo

Bárbara Giovani

Bárbara Giovani

Jornalista de ciência que também ama música e cinema. Já publicou na Agência Bori e participa do podcast Prato de Ciência.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas