Um cara que teve o seu Tesla Model S roubado na porta de sua casa, no Reino Unido, publicou no YouTube um vídeo da ação de dois ladrões. Os criminosos tiveram mais facilidade em destrancar o carro do que de desplugar o cabo que carregava o veículo – essa moleza só foi possível porque o dono não ativou um PIN de segurança.

• Veja estes ladrões hackearem uma Mercedes que liga sem chave em menos de um minuto
• As modificações mais doidas feitas por brasileiros em carros

O vídeo mostra a ação de dois homens: um deles está com um smartphone e fica próximo da porta do carro, enquanto o outro circula pela casa utilizando um tablet, tentando captar o sinal das chaves do carro que permitem abri-lo por proximidade. Em menos de um minuto, eles conseguem destrancar o Tesla.

Os dois minutos seguintes do vídeo mostram a dificuldade dos ladrões em tirar o carregador do carro. Depois de muita força, eles descobrem que há um botão para destravar o cabo.

A Tesla incluiu uma série de medidas de segurança em seus carros e o dono do veículo, Antony Kennedy, admitiu que elas não estavam ativadas. Primeiro, o veículo não tinha o “PIN para dirigir” configurado – caso estivesse ativado, os ladrões teriam conseguido entrar, mas não ligar o carro. A entrada passiva – que abre o carro só pela proximidade com a chave – também estava ativada. Por fim, ele não utilizou a “bolsa de Faraday”, que bloqueia os sinais do controle remoto da chave.

Mas como bem lembra Kennedy, tudo isso não nega o fato de que ele foi vítima de um roubo.

[Engadget]