A Tesla Motors, do bilionário sul-africano Elon Musk, aceitou modificar o software dos carros fabricados pela empresa para evitar que os motoristas e passageiros possam jogar games enquanto o veículo estiver em movimento. A informação é do The New York Times.

Apesar de os veículos contarem com o recurso de direção autônoma, a agência regulatória de segurança no trânsito dos Estados Unidos estava preocupada de que os motoristas deixassem de prestar atenção na estrada enquanto o carro estava dirigindo sozinho.

É válido ressaltar que a empresa instrui aos motoristas que eles devem manter as mãos no volante e que prestem atenção na estrada, mesmo que o piloto automático esteja ativado. Entretanto, a empresa faz pouco para monitorar os motoristas.

Além disso, há evidências de que motoristas ignoram os conselhos e avisos da Tesla.

Jogos a bordo

Os jogos em carros da Tesla existem há anos, porém, a maioria deles só podem ser utilizados enquanto o veículo está estacionado.

Recentemente, uma atualização remota de software introduziu três novos games que poderiam ser jogados na grande tela de toque disponível no painel do console do veículo em movimento: Paciência, um jogo de cartas; Sky Force Reloaded, de caça a jato; e Battle of Polytopia: Moonrise, de estratégia.

Antes de iniciar o jogo de cartas, por exemplo, é apresentando o aviso “Paciência é um jogo para todos, mas jogar enquanto o carro está em movimento é apenas para passageiros”. Entretanto, nada impede que o motorista também jogue o game.

“O Ato de Segurança Veicular proíbe os fabricantes de vender veículos com defeitos que apresentem riscos irracionais à segurança, incluindo tecnologias que desviam os motoristas de dirigir com segurança”, ressalta a agência de segurança.

Acidentes da Tesla

A agência regulatória abriu em agosto uma investigação para examinar o sistema de piloto automático da Tesla. A ação foi motivada por pelo menos 11 acidentes em que veículos da empresa colidiram com caminhões de bombeiros estacionados, carros de polícia e outros veículos de emergência.

Pelo menos uma pessoa morreu e vários ficaram gravemente feridos.