O TIM Beta é um plano que fazia muito sucesso, mas aumentos nos valores do pacote mensal, falta de atualizações e o surgimento de opções interessantes em outras operadoras deixaram ele menos atraente. A TIM parece que vai tentar compensar isso. A partir de 20 de março, as ofertas contarão com WhatsApp ilimitado e aplicativos de idiomas e e-books.

A novidade está sendo contada aos poucos para os clientes atuais via SMS. A partir do mês que vem, quem tem acesso ao plano poderá usar o WhatsApp sem descontar da franquia de internet. A TIM não deu mais detalhes, então não se sabe se isso se aplica também para as ligações ou só para as mensagens.

Além disso, o TIM Protect Backup, que vinha no pacote mensal, será descontinuado. No lugar dele, a TIM colocará a assinatura do app de ensino de idiomas Babbel e do app de assinatura de livros eletrônicos Skeelo. O Babbel oferece cursos de 14 idiomas e custa a partir de R$ 14,90 por mês (no plano anual). O Skeelo oferece um e-book best seller por mês e custa R$ 23,90 mensais.

Além deles, o TIM Beta também oferece uma assinatura premium do Deezer, serviço de streaming de música, nos planos mensal e semanal.

Pontuação do TIM Beta

O TIM Beta é um plano exclusivo por convite. Ele tem uma espécie de programa de fidelidade, o Blablablâmetro, que dá pontos por recargas acima de R$ 20, assinatura de pacotes (mensal ou semanal) e desafios.

Com 1.230 pontos no trimestre, o cliente tem acesso aos planos Lab, mais vantajosos. Essa pontuação é bem fácil de alcançar: em resumo, basta assinar o plano mensal. Ele dá 300 pontos por mês, totalizando 900 no trimestre. Como ele sai por R$ 60 ao mês, você também ganha 120 pontos por cada uma das recargas nesse valor, o que dá 360 pontos. Juntos, recarga e planos dão 1.260 pontos.

Enquanto o Beta regular oferece 10 GB por mês por R$ 60 ou 1,5 GB por semana por R$ 10, o Beta Lab oferece 20 GB no plano mensal e 2,5 GB no plano semanal, pelos mesmos valores.

Alternativas ao TIM Beta

O TIM Beta já foi o queridinho dos usuários, mas dois aumentos nos últimos anos fizeram com que o plano mensal passasse de R$ 50 para R$ 60. Como ele não teve sua franquia de internet atualizada, as concorrentes acabaram se aproximando dele.

A Claro tem o Claro Flex, que oferece 8 GB de internet por R$ 40 mensais ou 10 GB por R$ 50. Uma vantagem do plano é ter acesso ilimitado a várias redes sociais e mensageiros: Facebook, WhatsApp, Twitter, Instagram e Messenger.

A Vivo tem o Vivo Easy, plano em que o cliente compra pacotes de internet e diárias de ligações ilimitadas e uso ilimitado de apps. Os pacotes de internet não expiram. Por isso, quem usa pouco e tem um dinheirinho sobrando pode comprar 100 GB por R$ 200 e garantir 4G para muitos meses.

Já a Oi tem planos controle bem interessantes. O plano de 16 GB sai por R$ 60 mensais no cartão de crédito. Já no pré, uma recarga de R$ 30 dá direito a 4 GB de internet mais 2 GB de bônus, com WhatsApp e Messenger ilimitados.