O serviço de compartilhamento de fotos Twitpic vai encerrar o serviço em 25 de setembro, devido a exigências recentes do Twitter envolvendo marca registrada.

O fundador Noah Everett explica a morte inesperada do Twitpic:



Algumas semanas atrás, o Twitter contatou nossa equipe jurídica exigindo que abandonemos o nosso pedido de marca registrada, sob risco de perder o acesso à API deles. Isso foi um choque para nós, pois o Twitpic existe desde o início de 2008, e nosso pedido de registro está no USPTO desde 2009.

Sobre a marca, Everett também diz que “acreditamos de todo coração ser nossa por direito”. Em vez de desistir da marca, Everett preferiu fechar o serviço.

Se você usa o Twitpic, Everett disse que será possível exportar suas fotos e vídeos antigos antes que o serviço acabe. O recurso estará disponível “nos próximos dias”. No entanto, alguns usuários já relatam que seus links do Twitpic estão quebrados; ao testar o serviço hoje de manhã, recebemos algumas mensagens de erro ao carregar a página. Pode ser apenas um problema de servidor.

Torcemos que as imagens antigas continuem disponíveis. No entanto, mesmo que você consiga exportar tudo, o fim do Twitpic vai causar um grande aumento no número de links quebrados.

Um porta-voz do Twitter diz ao Gizmodo que tomou essa medida para proteger sua própria marca registrada:

Estamos tristes em ver que o Twitpic será desativado… deixamos claro que eles poderiam operar usando a marca Twitpic. Claro, nós também temos que proteger a nossa marca, e isso inclui marcas registradas que estão associadas à nossa.

Morte anunciada

O Twitter vem se tornando mais fechado nos últimos anos, limitando o acesso à API a serviços de terceiros, impedindo que eles aumentem sua base de usuários. Por isso, a decisão não impressiona muito. Só que o Twitpic existe há muitos anos, uma eternidade em se tratando de internet, e seu fim pode irritar os usuários.

Infelizmente, a morte do Twitpic será mais uma entre os serviços de imagem para o Twitter. O yFrog se transformou em uma rede social própria, e direciona uploads de imagem para o ImageShack. Por sua vez, o TweetPhoto mudou de nome para Plixi – provavelmente para evitar confusão com o Twitter – e fechou as portas depois de ser adquirido por uma empresa de e-commerce.

O Twitter aceita upload de imagens desde 2011. Em 2012, o Twitter já tomava medidas para reduzir o espaço de serviços que enviavam imagens para a rede social, removendo as opções Twitpic e yFrog de seu app oficial.

Recentemente, o Twitter passou a aceitar GIFs – o maior diferencial do Twitpic até então. Agora, prepare seu tweet “RIP Twitpic” para 25 de setembro, a menos que alguma das partes volte atrás. [Twitpic Blog]