Sabe aquele gesto simples “Puxa para atualizar” bastante comum em apps de smartphones e tablets? Ele foi patenteado pelo Twitter.

O movimento foi criado por Loren Brichter, fundador da Atebits, que criou o Tweetie. A empresa foi comprada pelo Twitter em 2010 e agora a patente do gesto foi garantida ao Twitter.

Brichter diz que começou a trabalhar na patente dois meses antes de começar a negociar com o Twitter, e entrou com o pedido do registro no dia anterior à venda da sua empresa. Como ele mesmo diz, a patente foi a “cereja do bolo”.

O “Puxe para atualizar” hoje em dia é extremamente comum, e o recurso ser patenteado pelo Twitter poderia iniciar uma nova guerra de patentes, com o Twitter tentando arrancar dinheiro de todo mundo que coloca o gesto no app. Será?

Não é muito provável. Quando Brichter entrou com o pedido da patente, ele estava preocupado exatamente com o crescimento dos processos por violação de patentes – o objetivo dele era se defender. E o Twitter deve fazer a mesma coisa: só vai processar uma empresa pelo uso do recurso caso seja processado antes.

E para reforçar essa ideia, o Twitter lançou o Acordo de Patentes de Inovação – um contrato feito entre a empresa e seus engenheiros e designers para garantir que patentes só sejam usadas defensivamente. Se o Twitter quebrar o acordo, seus funcionários poderão entrar com pedido para acabar com o processo contra outras empresas que usaram suas patentes.

A partir de agora todas as patentes do Twitter farão parte desse acordo – o que significa que tudo o que for criado pelos seus engenheiros e designers ficará sob controle do inventor, e não deverá ser usado para atacar outras empresas. [Twitter via The Verge]