Após ter expandido o acesso a um número cada vez maior de usuários ao longo do ano, o Twitter anunciou nesta quinta-feira (21), que o Spaces, ou “Twitter Espaços” no Brasil, pode ser aberto por qualquer pessoa. Se você gosta de participar de salas de conversa por áudio, chegou a sua hora.

O Twitter Espaço é uma sala de áudio onde vários usuários podem conversar entre si, no qual o host — ou hosts — libera o microfone de quem quer falar. Muito parecido com o Clubhouse, rede social que fez barulho no Brasil há alguns meses. A novidade está disponível nos aplicativos Android e iOS.

No início deste ano, a empresa limitou o acesso à hospedagem do Spaces a contas com pelo menos 600 seguidores, dizendo que descobriu que essas contas teriam mais chances de ter uma boa experiência porque tinham um público razoável. O esquema de “soft opening” finalmente terminou.

“Criamos o Spaces para reunir pessoas de forma íntima para compartilhar pensamentos e tweets com o poder que só a voz humana pode trazer. O Spaces está agora disponível para milhões de pessoas, mas o trabalho não está concluído porque é parte de uma visão maior construída com vocês, nossa comunidade”, afirmou a plataforma.

Aparentemente, os usuários podem iniciar seu primeiro Espaço clicando no botão de “+” — o botão que usariam para postar um tweet.

No vídeo compartilhado pela plataforma, o Twitter mostra que o botão agora vai abrir uma série de opções, incluindo aquelas para escrever um tweet, postar um GIF ou iniciar um Space.

A escolha por colocar o Spaces nesse botão, sem dar um destaque maior em outra parte de layout, até faz sentido, já que muitos dos comentários do Twitter são postados por meio de um tweet rápido.

Anteriormente, o Twitter estava experimentando dar ao Spaces sua própria guia no aplicativo. Mas isso não foi lançado para o público, aparentemente.

Assine a newsletter do Gizmodo

Recentemente, a empresa fez outra atualização na ferramenta e adicionou a possibilidade de adicionar dois co-hosts e até 10 “porta-vozes” ao Spaces — o que permite eventos maiores, com mais moderadores. A rede social também encerrou seu recurso de stories, o Fleets, o que fez do Spaces o único produto que aparece na primeira fila do app do Twitter.

Desde que anunciou o Spaces, várias grandes plataformas lançaram seus próprios produtos de salas de áudio — seguindo a onda do Clubhouse, que nadou de braçada no auge da pandemia. Agora, Spaces e Clubhouse competem com as Salas de áudio do Facebook, Spotify Greenroom, Discord e outros.