Hoje foi um dia bastante estranho para a Nokia nas mídias digitais. O Twitter da Nokia Brasil soltou uma piada infame falando mal dos concorrentes enquanto o blog oficial da empresa fez um “review” do Lumia 620 – que depois de um tempo foi “corrigido” para hands-on.

É, foi isso. Um funcionário da Nokia escreveu um review de um aparelho da Nokia nos mesmos moldes dos reviews encontrados em sites e blogs por aí. E publicou em uma plataforma mantida pela própria Nokia.

Antes de mais nada, vamos dar uma olhada na presepada da Nokia Brasil. Pelo Twitter oficial da empresa por aqui, a seguinte mensagem foi postada:

 

Falar de concorrentes em um tweet já é estranho por si só, mas… Semsunga? Que trocadilho terrível! É melhor continuar usando o Twitter apenas para promover os próprios produtos.

Se o braço brasileiro deu um fora, o que a matriz da empresa fez conseguiu ser ainda pior. Com o título “Compacto, vibrante e cheio de diversão: nosso review do Lumia 620”, postado no blog Conversations by Nokia, é um review do aparelho lançado pela empresa.

Novamente: o autor Adam Fraser, um funcionário da Nokia contratado para escrever no blog da Nokia e que recebe o salário diretamente da Nokia, escreveu um review sobre um aparelho da Nokia. E, é claro, ele achou maravilhoso. Alguns trechos:

“Da parte da frente, você vai ver duas camadas de cores, mas de qualquer outro ângulo, tudo o que você verá são cores vibrantes”

“A tela TGT WVGA ClearBlack de 3,8 polegadas produz cores vivas, equivalentes à do Nokia Lumia 920 e do Lumia 820”

“Como de costume em qualquer novo telefone, tem um breve processo de selecionar horas e datas, assim como a opção de entrar com a sua conta da Microsoft, algo que você vai precisar fazer caso queira comprar qualquer um dos mais de 125 mil apps e jogos disponíveis na Windows Phone Store”

No fundo é apenas uma peça publicitária que a Nokia publicou como um review. Depois de um tempo, o artigo foi “corrigido” e ganhou o nome de “Hands-on”, mas não resolve muita coisa. É claro que a Nokia pode e deve promover seus produtos, mas não precisa tentar enganar o consumidor. Quando você lê um review, espera que alguém aponte pontos fortes e fracos sobre um aparelho, e não destaque apenas as suas qualidades.

Não tive ainda a oportunidade de colocar as mãos em um Lumia 620, mas não sei se acredito no que Adam Fraser disse sobre ele – considerando que ele é funcionário da Nokia, talvez não seja a pessoa mais indicada para fazer uma análise imparcial do aparelho. [Twitter da Nokia Brasil, Nokia Conversations, TechCrunch, Gizmodo US]