Existem recursos incríveis de engenharia que passam completamente despercebidos por nós. A forma como câmeras tiram fotos em alta velocidade é um deles.

Felizmente, a câmera em slow motion Phantom – melhor amiga de todos nós – existe para nos mostrar o quão incrível são as entranhas de uma câmera a 1920 quadros por segundo. Já vimos algo parecido na Canon 60S, mas o que temos aqui é a Nikon D4 capturando fotos a uma taxa de 10 quadros por segundo. Para cada foto, o espelho se abre e a primeira cortina surge, expondo o sensor de imagem a 1/200 avos de segundo. Depois, o segundo obturador surge para completar a exposição. Bravo.

original

É bastante impressionante, em uma época em que as partes móveis estão sendo eliminadas de aparelhos, que este mecanismo existe e funcione tão rapidamente. [YouTube via PetaPixel]