É comum comprar coisas pequenas em vending machines, como chiclete, refrigerante, livros ou até eletrônicos. A China elevou essas máquinas automáticas de vendas a um novo patamar. Por que só comercializar itens que cabem no bolso quando é possível, por exemplo, vender carros?

É isso mesmo: na cidade chinesa de Guanghzou, é possível comprar um carro ou fazer um test drive em unidades disponíveis em uma “vending machine” gigantesca idealizada pela Ford e pela Alibaba.

China vai proibir viagens de trem e avião para cidadãos com “pontuação social” ruim
KFC estreia método de pagamento por sorriso na China

O Tmall’s Super Test-Drive Center consiste em um estacionamento vertical gigantesco com vários veículos. Usando um aplicativo de smartphone, o usuário pode selecionar o carro que quiser e comprá-lo. Tudo é feito via depósito eletrônico. Depois, a pessoa agenda um horário para retirada, vai ao local, tira uma selfie (para o sistema reconhecê-lo) e já sai com o veículo novo da “vending machine” gigante. Todo o processo dura dez minutos, segundo a Alibaba, que é responsável pela tecnologia do serviço.

Ao chegar no local, consumidor deve “tirar uma selfie” para o sistema de reconhecimento facial identificá-lo. Foto por Alibaba

Outra opção é usar o carro para teste por três dias gratuitamente. Porém, isso não é para qualquer um. Para ter acesso ao teste do veículo, é necessário ter uma pontuação social de 700 ou mais — o cidadão comum inicia o ranking com 550 pontos. Quem não tiver os números necessários deverá pagar uma taxa pelo test drive.

Como já falamos anteriormente, a China conta com um sistema de pontuação social. O governo leva em consideração o comportamento das pessoas. Podem impactar na classificação: problemas financeiros, ter cometido crimes, o que a pessoa diz nas redes sociais, o que elas compram e o que elas fazem.

Foto por Alibaba

Ainda que a ideia chame a atenção, não é a primeira vez que isso foi feito. Nos Estados Unidos, foi inaugurada em 2015 uma loja parecida. A diferença é que não era tão high tech assim.

De qualquer jeito, essa vending machine chinesa parece indicar uma possibilidade para um futuro para as concessionárias de carro. A tecnologia, no caso, não está presente só no processo de compra, mas até na sugestão dos veículos — o sistema da Alibaba dá indicações de veículos conforme o estilo de vida do usuário. Resta saber se a loja, que tem orelhas de gato, vai ser um sucesso ou só uma boa manobra de relações públicas.

[TechCrunch e The Verge]

Fotos por Alibaba