Depois de ver este vídeo time-lapse com 2.459 fotos reunidas para criar movimento, você vai ficar impressionado com as luzes dançantes no céu noturno, o senso de aventura do fotógrafo – e com a paciência dos passageiros da Air France, que não se importaram de ouvir uma câmera clicando automaticamente a cada 30 segundos.

No final do vídeo, você vê como o vídeo foi criado: usando uma Canon 5D MKII com lente 16-35mm presa a um tripé, e ativada por um controle time-lapse. O vídeo fica ainda mais especial quando descobrimos que Nate Bolt, o criador do vídeo, usou o app Korg iMS20 para iPad durante o voo para criar a música presente no vídeo. Felizmente, Nate tinha toda uma fileira só para ele, então pôde criar o material para o vídeo sem atrapalhar vizinhos de poltrona (porque não havia vizinhos ao lado!).

Você deve estar se perguntando como ele conseguiu permissão para tirar fotos desde a decolagem até a aterrissagem, dado que há regras estritas sobre uso de aparelhos eletrônicos a bordo (e dado que ele não está no Brasil). Nate explica que “as fotos durante a decolagem e aterrissagem são todas modelos de computador e completamente renderizadas, porque eu nunca usaria um dispositivo eletrônico durante os momentos nos quais a FAA [agência americana de aviação] os proíbe”. Mas como ele conseguiu renderizar tão bem o pouso de um avião? Não sei se acredito nele…

Enfim, temos aí um belo vídeo time-lapse e os bastidores de como ele foi feito. Agora tem como alguém voar bem pro norte da Terra, tipo pra Noruega, e tirar mais fotos da aurora boreal pra gente? Este vídeo me deixou com vontade de mais. [Beepshow via YouTube]