Ciência

Vídeo da ESA mostra como seria voar sobre Marte

Vídeo da ESA, elaborado a partir de dados da sonda Mars Express, oferece uma perspectiva inédita do planeta vermelho
Imagem: NASA/Reprodução

ESA (Agência Espacial Europeia) divulgou um vídeo com imagens que proporcionam uma visão aérea da superfície marciana. O registro, feito a partir de fotos captadas pelo orbitador Mars Express, mostram a diversidade da paisagem em Marte.

whatsapp invite banner

O CELULAR MAIS VENDIDO DA AMAZON
Xiaomi Redmi 12 4G 256 GB
R$ 933

O foco principal da pesquisa da ESA é a formação batizada Nili Fossae, em Marte. Ela está situada ao longo da borda leste da colossal cratera de impacto chamada Isidis Planitia.

A formação, com centenas de metros de profundidade e extensão de vários quilômetros, acompanha características geológicas chamadas “graben”, que se formam pelo deslocamento do solo. Acredita-se que Nili Fossae tenha se originado após o impacto de um meteorito há aproximadamente 4 bilhões de anos.

Esse impacto, que deu origem à cratera Isidis Planitia — com seus 1.900 quilômetros, — resultou na ruptura e desmoronamento de áreas da superfície marciana. Dessa forma, formou as impressionantes estruturas que agora são estudadas.

“Grande parte do solo aqui formou-se há mais de 3,5 bilhões de anos, quando a água superficial era abundante em Marte”, escreveu a ESA na descrição do vídeo. “Os cientistas acreditam que a água fluiu não apenas pela superfície aqui, mas também por baixo dela, formando fluxos hidrotermais subterrâneos que foram aquecidos por vulcões antigos.”

Veja o vídeo de Marte divulgado pela ESA

O novo vídeo divulgado pela ESA oferece uma perspectiva inédita do planeta vermelho. Além disso, ele também proporciona uma vista aérea da cratera vizinha Jezero. O local é onde o rover Perseverance da NASA pousou em 2021.

O CELULAR MAIS VENDIDO DA AMAZON
Xiaomi Redmi 12 4G 256 GB
R$ 933

Minérios no solo de Marte

Uma coisa que os cientistas estão buscando entender melhor é a diversidade de minerais encontrados em Nili Fossae. Essa diversidade inclui silicatos, carbonatos e argilas.

Aliás, esses minerais, formados na presença de água, sugerem que a região era significativamente mais úmida em épocas antigas. Assim, levanta questões sobre o potencial habitável de Marte no passado.

 

O Giz Brasil pode ganhar comissão sobre as vendas. Os preços são obtidos automaticamente por meio de uma API e podem estar defasados em relação à Amazon.
Gabriel Andrade

Gabriel Andrade

Jornalista que cobre ciência, economia e tudo mais. Já passou por veículos como Poder360, Carta Capital e Yahoo.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas