A ideia de comprar um Galaxy Tab, o tablet Android da Samsung, começa a ficar mais interessante, especialmente para quem quiser usá-lo como um smartphone gigante. A Vivo anunciou que terá o tablet Android 2.2, em suas lojas, assim como a TIM, a partir de amanhã. A diferença aqui é que, enquanto a TIM só o venderá no pós-pago, por R$ 2.280 em 12 vezes, a Vivo oferece o tablet também com subsídio em seus planos de dados e voz. Vejamos os planos.

Lembrando que os valores são válidos para São Paulo. Há uma pequena variação em outros Estados:

Hoje, além da coletiva da Vivo, haverá coquetéis de lançamento da própria operadora, TIM e Claro (que diz que terá uma "oferta especial de lançamento"). A Vivo anunciou que está com um plano de publicidade um bocado agressivo, com inserções comerciais em grandes jornais e revistas e na TV para explicar pra quê serve a tábua. Mesma coisa para a Samsung. Ou seja: se depender das operadoras e dinheiro de marketing, o mercado de tablets, mesmo com esse preço, terá que aparecer. Por ora, Samsung reina sozinha aqui, formalmente é claro. Mas há uma possibilidade real de o iPad chegar em breve (as operadoras só esperam a Apple entregar os aparelhos) e LG, ZTE e outras devem acompanhar com seus próprios aparelhos logo na sequência. 

O Galaxy Tab à venda nas lojas a partir da noite de hoje será fabricado aqui, em Campinas (SP), mais precisamente. A versão nacional terá, além de TV digital + analógica, uma bacana capinha/apoio e um cabo para ligar o tablet em uma entrada RCA da TV. A demonstração do tablet feita hoje, aliás, foi feita com o aparelho ligado na TV o tempo inteiro, sem um problema. Dois momentos chamaram a atenção dos engravatados: quando o executivo da Samsung tirou o Tab do bolso do paletó (ele é realmente pequeno) e quando, via o ótimo app Thinkfree, a apresentação em Powerpoint foi lida diretamente do tablet para a TV. Há um nicho, pelo menos.

Além do Galaxy Tab em si, a Samsung venderá em algumas lojas alguns acessórios dele, como o cabo saída proprietária/HDMI e um teclado qwerty físico, para quem quiser transformar o bicho em netbook. Outra boa notícia e golpe bem dado no rival iPad foi a confirmação de que ele funcionará com o cartão SIM normal. "Você não vai precisar cortar o seu, e poderá ficar trocando com o que está no seu celular, quando precisar de usar os dados do telefone", anunciou o executivo da Samsung, para risadas da plateia.

Ainda falaremos bastante mais do Tab por aqui.