Um avião voando sobre Oceano Atlântico teve que redirecionar sua rota depois que um piloto derramou seu café na cabine e danificou o painel de controle de áudio.

O Airbus A330-243, operado pela Condor, levava 326 passageiros de Frankfurt, na Alemanha, para Cancún, no México, quando a tripulação de cabine deu ao piloto um café sem tampa, segundo um relatório do Departamento de Investigação de Acidentes Aéreos (AAIB, na sigla em inglês).

A Airbus recomenda que os pilotos usem os porta-copos fornecidos para bebidas, mas a investigação da AAIB descobriu que o piloto do Condor, que tinha 13.135 horas de experiência de voo, colocou sua xícara de café em uma mesa de bandeja. A xícara não ficou no lugar e o café derramou no colo do piloto e nos painéis de controle de áudio.

Uma imagem do relatório AAIB mostra os dois painéis de controle de áudio (ACP) danificados pelo café derramado. Captura de tela: Departamento de Investigação de Acidentes Aéreos

O vazamento “resultou em mau funcionamento imediato”. E cerca de 40 minutos após o vazamento, uma unidade de controle de áudio “ficou muito quente e falhou, e havia um cheiro de queimadura elétrica no cockpit”, segundo o relatório.

Cerca de 20 minutos depois, a unidade de controle de áudio no lado do copiloto “ficou quente o suficiente para começar a derreter um de seus botões e falhou” e “uma pequena quantidade de fumaça foi observada vindo da” unidade de controle que havia falhado anteriormente.

Nesse ponto, o piloto tomou a decisão de desviar o voo para a Irlanda. A tripulação usou oxigênio suplementar durante o resto do voo, e os pilotos tiveram dificuldade em enviar ou receber transmissões devido aos danos nos painéis de controle de áudio.

Captura de tela: Departamento de Investigação de Acidentes Aéreos

“O voo DE2116 de Frankfurt para Cancún em 6 de fevereiro de 2019 foi desviado para o aeroporto de Shannon como medida de precaução devido a uma pequena quantidade de fumaça no cockpit após um derramamento de líquido”, disse um porta-voz da Condor ao Gizmodo, em comunicado. “Depois que a aeronave foi totalmente inspecionada e reparada por nossa equipe de engenheiros, o voo continuou via Manchester devido às horas legais de operação da tripulação. Como a segurança é sempre nossa principal prioridade, investigamos exaustivamente esse incidente e revisamos os procedimentos de líquidos no cockpit.”

O porta-voz completou: “Nossas equipes foram lembradas de um manuseio cuidadoso e do uso de recipientes apropriados para água ou café.”