Um vulcão adormecido há muito tempo entrou em erupção na Península de Reykjanes, na Islândia, na sexta-feira (19), lançando uma fonte de lava que iluminou o céu noturno a cerca de 30 quilômetros a sudoeste da capital do país, informou o Escritório Meteorológico da Islândia. A erupção, estimada como a primeira da península em quase 800 anos, chega depois de semanas de aumento da atividade sísmica na região.

“A erupção é considerada pequena neste estágio, e a fissura eruptiva é de aproximadamente 500 metros de comprimento. A área de magma é de aproximadamente 1 quilômetro quadrado”, disse o órgão em um tuíte. “As fontes de lava são pequenas.”

Mais tarde, a agência tuitou um vídeo das consequências da erupção gravado a partir de um helicóptero da Guarda Costeira, que você pode conferir abaixo. É assustador.

A erupção ocorreu perto da montanha Fagradalsfjall e começou por volta das 18h45 (horário de Brasília) na sexta-feira, disparando lava a até 100 metros de altura, disse à Reuters Bjarki Friis, do escritório meteorológico da Islândia. A entidade detectou a erupção pela primeira vez com uma webcam instalada perto da montanha. Posteriormente, ela confirmou o incidente por meio de imagens térmicas de satélite. Horas depois, a agência disse que a lava parecia estar fluindo “lentamente para o sudoeste e oeste”. O brilho da lava pode ser visto nos arredores da capital da Islândia, Reykjavík.

Embora as autoridades locais tenham dito não acreditar que a erupção represente uma ameaça imediata para as cidades vizinhas, eles aconselharam os moradores a fecharem as janelas e ficarem em casa para evitar a inalação de gases vulcânicos. A polícia islandesa também pediu às pessoas que fiquem longe do local da erupção, enquanto os serviços de emergência continuam avaliando a situação.

Mais de 40 mil terremotos atingiram a região nas últimas quatro semanas, relata a Reuters. A península viu cerca de 400 terremotos apenas na manhã de quinta-feira (18), e vários tremores de baixa frequência foram registrados abaixo de Fagradalsfjall no início da sexta-feira, de acordo com o escritório meteorológico do país.

Assine a newsletter do Gizmodo

A Islândia é uma das nações mais vulcânicas do mundo. De seus aproximadamente 130 vulcões, cerca de 30 permanecem ativos. A Península de Reykjanes permaneceu relativamente calma depois de uma série de grandes erupções entre os séculos 10 e 13, mas cientistas começaram a se preparar para erupções potenciais depois que a taxa de terremotos da região aumentou drasticamente em 2019.