Por mais que os tablets com Windows ainda estejam longe dos holofotes, a Microsoft está se esforçando em tornar o sistema operacional cada vez mais amigável para as telas portáteis.

Nesta quinta-feira (24), a empresa anunciou o desenvolvimento de uma nova barra de tarefas otimizada para melhorar a experiência de uso dos tablets utilizando o Windows 11.

Segundo a Microsoft, a barra poderá ter dois estados: recolhida e expandida. Quando recolhida, a barra oferece mais espaço na tela, apresentando apenas informações essenciais, como data e hora, além do status de rede ou da bateria. Já na versão expandida, será mostrado o botão iniciar, o de pesquisa e ícones de aplicativos maiores, facilitando o toque.

Detalhe da nova barra de tarefas do Windows 11 para tablets, nas versões recolhida e expandida. Imagem: Microsoft/Divulgação

Quando disponível, o usuário poderá ativar a função ao acessar Configurações> Personalização> Barra de tarefas> Comportamentos. Uma nova configuração será adicionada, chamada de “Ocultar automaticamente a barra de tarefas ao usar seu dispositivo como tablet”.

A novidade funcionará apenas nos aparelhos móveis, não estando disponível para notebooks ou PCs.

Widgets dinâmicos e novos emojis no Windows

A Microsoft também está fazendo mudanças no comportamento dos Widgets em tablets, para trazer um “conteúdo mais dinâmico” para os usuários. Aqueles Widgets favoritos e fixados pelos usuários ainda estarão disponíveis, porém a empresa espera facilitar a descoberta e envolvimento com novos conteúdos.

“Esta versão se concentra em tornar os widgets detectáveis ​​no feed e, com o tempo, planejamos tornar o feed ainda mais personalizado”, afirmou a empresa em comunicado.

O Windows 11 também está adicionando 37 novos emojis – que estão chegando ao Android e iOS, com o Emoji 14.0. Alguns dos novos emojis incluem “rosto derretido”, “troll”, “coral”, “feijões”, “escorregador” e “globo de espelho”.

Novos emojis do Windows 11. Imagem: Microsoft/Divulgação

Essas atualizações começaram a ser disponibilizadas para os usuários, mas não existe uma previsão de quando os novos recursos estarão acessíveis para todos os usuários, algo que pode levar meses. A Microsoft justifica essa demora dizendo que planeja monitorar o feedback sobre essas novidades enquanto elas são implementadas.