Falta apenas uma semana para descobrirmos o que a Microsoft tem reservado para a próxima versão do Windows. Mas vazamentos da build de desenvolvedor do novo sistema indicam que o Windows 11 — e é assim mesmo que ele deverá se chamar — não será uma simples atualização. Talvez, será um dos maiores updates já planejados para o software.

Um conjunto de capturas de tela publicado na rede social chinesa Baidu revela um Windows mais suave e minimalista. O menu Iniciar permanece, mas agora está centralizado com o resto da barra de tarefas, em vez de ficar à esquerda. A estética geral é muito semelhante ao agora cancelado Windows 10X, que a Microsoft projetou para dispositivos com tela dupla.

Imagem: Baidu

Também não posso deixar de notar algumas semelhanças com o macOS e todas as suas iterações, além de elementos do Chrome OS na maneira como os aplicativos são colocados na barra de tarefas. Isso não é nenhuma surpresa, considerando que o Chrome OS quer abraçar também os dispositivos mais simples, assim como o Windows 10 e 11.

Imagem: Baidu

Capturas de tela adicionais divulgadas pelo XDA Developers mostram o novo menu Iniciar no modo escuro preenchido com ícones e atalhos. O resto das imagens sugerem estruturas de menu semelhantes às que temos no Windows 10 de agora. A barra de tarefas aparece centralizada por padrão, porém será possível revertê-la novamente para à esquerda, onde está desde o Windows 95.

O menu Iniciar no Windows 11 foi significativamente reduzido e não conta mais com todos os elementos gráficos dinâmicos. Não há mais Live Tiles, mas ainda existem aplicativos fixáveis ​​e botões de acesso rápido para desligar e reiniciar o dispositivo. Inclusive, há um recurso de widgets que pode substituir o Live Tiles, podendo fixar atualizações de esportes, notícias e previsão do tempo na área de trabalho.

Imagem: XDA Developers

Por último, precisamos falar sobre os novos papéis de parede do Windows 11, disponíveis nas versões para modo claro e modo escuro do sistema. É um pouco mais vanguardista do que versões anteriores do sistema, mas me parece uma maneira de expressar como o novo software será mais fluido e limpo na execução de tarefas. Ao todo, são 32 arquivos que já podem ser baixados no seu PC.

A Microsoft disse que, em vez de trazer o Windows 10X ao mercado, ela aproveitaria os “aprendizados” de sua jornada e o integraria a outras partes do Windows. E pelos vazamentos recentes, deve ser isso mesmo que vai acontecer. Fato é que falta pouco para sabermos tudo o que o novo sistema operacional tem a nos oferecer.

Assine a newsletter do Gizmodo

O evento do Windows 11 será realizado na próxima semana, no dia 24, a partir das 10h da manhã no horário de Brasília. A transmissão poderá ser vista online.