O primeiro gostinho da Xbox Live no Windows Phone 7 me deixou interessado, claro. Mas depois que eu pude testar por mim mesmo alguns jogos de lançamento, a Microsoft ganhou plenamente a minha atenção.

A empresa está mostrando atualmente cerca de 50 jogos, todos a serem disponibilizados no ou perto do lançamento dos primeiros aparelhos com Windows Phone 7, no fim do ano. Quando conversei com Kevin Unangst, o chefe do departamento de jogos móveis e de PC na Microsoft, ele mencionou repetidamente que esta lista era apenas preliminar. Mesmo com mais jogos sendo esperados para o lançamento, a lista que ele me passou já tem muita coisa pra querer: favoritos casuais como Bejeweled e Oregon Trail, exclusividades do Xbox como Halo e Crackdown, três jogos com "Zombie" no nome… Bacana.

E a interface? Em uma palavra: familiar. Quando você toca no quadrado da Xbox Live na tela inicial, enxerga o que nós vimos e contamos no nosso tour aprofundado do WP7. É lá onde está o seu avatar, que já aparece te saudando. É lá que aparece a sua última Conquista desbloqueada, seja no celular ou no Xbox ou no PC. É lá que você vê os convites de amigos e últimos jogos que baixou. Há uma área de destaques ("Spotlight") que não estava funcionando, mas serve como a área de mesmo nome do seu console. Como prometido, é a Xbox Live no seu telefone.

Há também algumas coisas legais que a Microsoft fez em termos de otimização da experiência para um aparelho móvel. O seu avatar em 3D, por exemplo, fica tonto e cai se você chacoalhar o telefone, e dá para usar nele qualquer roupa ou acessório adquirido ou conquistado em qualquer ponta da Xbox Live, e vice-versa. O avatar pode até invadir outros pontos do telefone, com os Avatar Gadgets – aplicativos simples como lanterna, cara ou coroa, régua e nivelador com os quais o seu avatar interage na tela.

Cada jogo de celular da Xbox Live terá 200 pontos de gamerscore para você conquistar, assim como os jogos da Xbox Live Arcade. A pontuação, obviamente, é somada àquela que você já acumulou no Xbox 360. 

Haverá uma saudável mistura de jogos gratuitos e pagos, apesar de cada download incluir obrigatoriamente uma versão testes gratuitas (de novo, assim como na Xbox Live Arcade). Kevin não quis entrar em detalhes dos preços, mas falou que haverá diferentes níveis de preço. A novidade é que os jogos serão comprados em dinheiro mesmo, em pagamento direto pelo WP7 Marketplace ou descontados na conta do telefone – nada de Microsoft Points por aqui. 

Nada disso importa, no entanto, se os jogos forem uma bosta, certo? Felizmente, eles não são. Mesmo.

Os jogos que eu vi e pude jogar não estavam completamente finalizados, mas estavam em um estado bastante avançado, ainda mais sabendo que ainda temos alguns meses até o lançamento. Minha impressão geral é que os gráficos ficaram uniformemente nítidos, a jogabilidade firme e os extras – especificamente as Conquistas – realmente ajudam a Xbox Live a se destacar enquanto experiência de jogos portátil. Está bem mais para iPhone do que para PSP, mas não há nenhum problema nisso. 

Impressões rápidas específicas de alguns jogos que testei:

Crackdown 2: Project Sunburst

É um jogo estilo tower defense que se passa no mesmo mundo que Crackdown 2, o que é bom, mas não interage diretamente com o jogo do console, o que é frustrante. Imagine jogar algo como Fable 3 no telefone e poder ganhar itens para o seu personagem do Fable 3 do Xbox 360. Isso não é uma opção, ainda, seja em Crackdown 2 ou em qualquer outro jogo de lançamento, mas Kevin admite que "a estrutura para fazer este tipo de experiência existe". Demorou.

Dito isso, a parte mais legal de Project Sunburst é a possibilidade de armar suas defesas em qualquer lugar do mundo. O mundo real, mostrado no seu telefone pelo Bing Maps. Os inimigos andam pelas ruas de verdade – neste caso, cercando um centro de convenções em Cologne, na Alemanha. É um jogo tower defense basicão, mas você fica um pouco mais interessado quando o cenário é assim tão familiar. 

Bejeweled Live

Olha, é Bejeweled! O mesmo crack em forma de jogo casual que você vê em todas as outras plataformas, com alguns ajustes que estão sendo vendidos como conteúdo exclusivo da Xbox Live – como a possibilidade de combinar as jóias no ar em vez de ter que esperar até que elas caiam. Assim como muitos outros jogos, ele demorou bastante para carregar. Isso provavelmente será consertado antes do lançamento. 

Uno

A popularidade de Uno na Xbox Live Arcade é fácil de explicar. É um jogo multiplayer por turnos que é fácil de explicar e divertido de jogar. A versão para telefone não é diferente – na verdade é praticamente idêntica; as ferramentas de desenvolvimento são as mesmas para o console e o telefone, o que significa que um jogo produzido para um pode ser facilmente duplicado no outro.

Max and the Magic Marker

Eu só dei uma breve olhadinha neste jogo, mas é um puzzle/plataforma bem simples, no qual você desenha coisas com uma canetinha virtual na tela, e estes desenhos se tornam plataformas que você pode usar para ultrapassar obstáculos. É um jogo bem popular no WiiWare desde que foi lançado em Março, e a sua inclusão na Xbox Live é indicativa da estratégia da Microsoft: complementar as suas franquias exclusivas com jogos de sucesso comprovado em outras plataformas.

O resto

Este trailer só mostra pequenos trechos, mas já dá uma boa noção de como a jogabilidade é suave nestes jogos. Além do mais, Guitar Hero! Flight Control! Infelizmente, nenhum sinal de Plants vs. Zombies. Ainda. 

Então sim, faz todo sentido que a Microsoft esteja promovendo tanto a Xbox Live no Windows Phone 7. Baseado nestas primeiras impressões, eu não sei se diria que eles evoluíram os games por portáteis, mas pelo menos aumentaram de nível.