A nova versão do Android, sistema móvel do Google, chama-se Android 4.1 Jelly Bean. Ele vem carregado de novos recursos, incluindo novos elementos internos e uma nova pesquisa. A parte mais impressionante, porém, é que ele está mais rápido do que nunca. Este post está sendo atualizado em tempo real.

Interface super rápida

A nova interface é ultra rápida, com atualizações mais ágeis, tempos de resposta melhores e, aparentemente, melhor gerenciamento da bateria. Essas coisas rodam a 60 frames por segundo e faz versões anteriores parecerem estar rodando em câmera lenta. O sistema também é capaz de prever onde você irá tocar/clicar.

Nova (e mais limpa) homescreen

Também há uma nova versão da homescreen. Ela agora ajuda o usuário a manter as coisas organizadas. Você pode redimensionar os widgets e tudo na tela fluirá de acordo. De certa forma, é parecido com o Metro da Microsoft, mas sem o lance dos tiles/blocos.

Ditado de escrita offline

Voz offline.

Existe um novo motor de escrita via ditado offline, que permite ao usuário ditar palavras sem precisar de uma conexão com a Internet. Ele será lançado apenas para o idioma inglês no início.

Câmera

Um novo app de câmera agora permite que você manipule as fotos já existentes facilmente, na medida em que as tira. É bem fácil voltar à foto anterior arrastando o seu dedo. Descartar uma foto também tem seu truque bacana: a ação usa o mesmo gesto de jogar para fora deslizando o dedo.

Novas notificações

Novas notificações.

Eles acrescentar imagens e notificações ao vivo, mais um monte de outras informações, às notificações. Agora elas expandem e contraem com um gesto com dois dedos. O Android foi o primeiro sistema móvel a apresentar notificações e essas novidades fazem as da Apple parecerem bem primitivas. Elas meio que me lembram os livr tiles da Microsoft.

Novo motor de busca

Pesquisa por voz a la Siri.

O novo motor de busca funciona como a Siri, aceitando perguntas em linguagem natural e respondendo-as. A voz soa muito melhor que a da Siri, entretanto.

O resultado na tela é bem legal: ele lhe dá as respostas para suas perguntas, mas com um gesto com o dedo para a direita, você vê os resultados completos no Google.

Novo Google Now

Google Now.

O Google Now tem tudo para ser uma killer feature. Ele dá ao seu smartphone Android um cuidado completo sobre a sua localização e o mantém atualizado com quaisquer informações que você necessite em um ponto no decorrer do dia. É bem esperto.

Se você estiver a caminho do metrô, por exemplo, ele lhe dirá quando o próximo trem chegará. Se você pesquisar por um voo, ele criará um cartão que será constantemente atualizado com informações do voo como portão de embarque, atrasos e horários. Se você for a um restaurante, ele lhe oferecerá recomendações do menu. Isso lembra o que a Siri faz no iOS, mas parece bem mais útil a mim, pois ele aparentemente antecipa situações baseado em sua localização.

Atualizações Smart App

Essa é legal: quando um app precisar ser atualizado, ele não baixará o app inteiro. Ele apenas fará o download das partes do pacote do app que mudaram. É uma boa notícia para usuários, já que as atualizações serão mais rápidas e consumirão menos banda. Em última instância, isso ajudará as pessoas a manterem seus apps sempre atualizados.

Quando chega?

Em julho, via OTA (atualização sem fios). Os primeiros aparelhos a receberem o Jelly Bean serão Galaxy Nexus, Xoom e Nexus S. O código-fonte será liberado na metade de julho e o SDK, hoje, no developer.android.com.