Acima, você vê um eixo de carro feito de fibra de carbono, e outro de aço. Ambos são retorcidos com força até quebrar. Como você pode ver neste teste de torque, o eixo de fibra de carbono não cede – isso não é uma imagem estática! Enquanto isso, o eixo de aço se deforma sob a mesma quantidade de torção.

O eixo de aço cedeu quando a torção chegou a 1.376 Nm (newton-metros), enquanto o eixo de fibra de carbono chegou a 4.728 Nm. É uma diferença enorme: a fibra de carbono é três vezes mais resistente que o metal.

Além de ser mais resistente, a fibra de carbono é mais leve. Por isso, não é surpresa que o material seja usado em diversas aplicações. Por exemplo, ele entra em 50% da composição dos aviões Airbus A350 e Boeing 787 Dreamliner. Fabricantes como Dell e Lenovo também estão adotando o material em seus laptops. Você pode encontrá-lo até no quadro de bicicletas esportivas, elevadores e impressoras 3D.

E, claro, você o encontrará no eixo de carros de corrida – como você verá no vídeo abaixo. A ação começa no ponto 2:30. [YouTube via Reddit]