Pra resumir, o Palm Pre é o telefone com mais hype desde o iPhone original. Vai sair em duas semanas nos EUA, dia 6 de junho. Eis tudo o que sabemos sobre ele:

LANÇAMENTO PALM PRE
Quando e onde eu posso comprá-lo?

A partir do dia 6 de junho nos EUA nas lojas da Sprint, Best Buy ou Radio Shack.

Quanto vai me custar?
Pela operadora Sprint, 199 dólares. Isso com um plano de dois anos e um desconto de 100 dólares por correio (o que achamos bastante irritante). No entanto, se você comprar no Best Buy ou Radio Shack, o desconto é automático, então seriam 199 dólares direto no balcão. Se você não quiser lidar com um contrato pegajoso como este, há bons indícios de que sairá por 549 dólares, mas a Sprint não confirmou isso.

ESPECIFICAÇÕES
•    Interface com usuário e sistema operacional WebOS para Palm baseado em Linux
•    Tela multitoque LCD capacitiva 320×480 de 3,1”
•    Fator de forma slider vertical com teclado QWERTY completo
•    Armazenagem flash de 8GB
•    Área de gestos multitoque
•    3G EV-DO rev. A e Wi-fi (802.11b/g)
•    Bluetooth 2.1 + EDR com suporte a estéreo A2DP e GPS
•    Entrada para headphone 3,5mm
•    Câmera de 3 megapixels
•    Flash LED
•    CPU OMAP 3430 da Texas Instruments (baseado em ARM, provavelmente a 600MHz)
•    Conexão micro-USB com suporte a armazenagem de massa
•    Formatos suportados: MP3, AAC, AAC+, AMR, QCELP, WAV; MPEG-4, H.263, H.264; GIF, JPEG, PNG, BMP
•    Carregador wireless por indução
•    135 gramas

HARDWARE
Design inovador
O smartphone Pre da Palm é incomum no sentido de deslizar verticalmente para revelar o teclado QWERTY. Ele usa a mesma ação curva de deslizamento encontrada em telefones como o Sony Ericsson Xperia X1. O teclado vertical foi usado parcialmente para se destacar de outros telefones e parcialmente para aderir à filosofia de fácil uso com uma única mão. O telefone possui uma tela multitoque e, quando o teclado fica oculto, apenas três controles físicos: um botão superior, controle de volume lateral, botão clicável embaixo. Ele também possui uma entrada de 3,5mm para headphone, uma câmera de 3 megapixels atrás (com flash LED), tudo em um pacote de 135g. É menor que o iPhone em área de superfície, mas é notavelmente mais espesso – mais espesso até que o BB Bold.

Área de gestos
A área de gestos é o espaço negro que se estende abaixo da tela do Pre. Como a tela em si, esta área é inteiramente multitoque e permite que você execute diversas ações baseadas em gestos dentro do WebOS. A Palm disse que eles implementaram a área de gestos porque eles acham que o controle com uma única mão diretamente na touchscreen pode às vezes ser um tanto difícil. Eles dizem que a área de gestos facilitará a navegação pelo WebOS sem a necessidade de uma segunda mão.

Um uso sugerido para a área de gestos é a wave dock, que aparece sempre que você arrasta seu dedo pra cima da área de gestos para a tela. Acima aparece a dock – visível na tela inicial mas invisível de outro modo quando você está fazendo outras coisas – para uma rápida mudança de atividade (isto é um tanto reminiscente da Mac OSX Dock).

Chip OMAP TI
O chip OMAP 3430 TI é o grande maestro controlando o show. É uma CPU baseada em ARM com 600MHz e aceleração interna de gráficos com potência alta o suficiente para rodar múltiplos aplicativos simultaneamente (15 a 20). Vamos só esperar que todo este desempenho não pese muito na duração da bateria.

Carregador wireless Touchstone
Touchstone é uma base carregadora wireless para o Palm Pre, um dos primeiros carregadores por indução magnética a sair do banheiro (as escovas de dente Sonicare e Oral-B se carregam usando um sistema semelhante). Ele é conhecido como “O Disco” e você só precisa clicar a parte traseira do Pre sobre a sua superfície lisa e a energia começa a entrar. Ele custará 70 dólares.

SOFTWARE
Cards

O Cards, cuja interface tão adepta a gestos promete fazer com que multitarefa no smartphone seja fácil, é possivelmente a maior revolução na interface WebOS. Cada aplicativo é representado por um painel ou “cartão” com todas as suas informações relevantes. Ao lado de cada cartão ficam cartões semelhantes para outros aplicativos rodando. Você pode passar os dedos para pular para o próximo e fazer coisas como pausar uma música ou abrir um novo e-mail. Se você clicar no cartão, você pode entrar no aplicativo completo e daí começar a realmente trabalhar. O WebOS é projetado para lidar com muitos aplicativos rodando ao mesmo tempo e o Palm Pre tem potência suficiente para agüentar isso. (Imagem via Palm Goon)

 

 

 

 

Synergy
Apesar do seu nome corporativo tosco dos anos 90, o Synergy é um recurso muito legal que integra informações de contato, calendários, clientes de mensagens e capacidades de busca em um sistema de menu otimizado.

O Synergy pega informações de contato de sites como Gmail e Facebook (além de qualquer outro site que aproveite o SDK) e apresenta todas estas informações de qualquer contato em uma única tela, depois mostra todas as maneiras de você entrar em contato com a pessoa eletronicamente. A maior parte disto é feita automaticamente, mas se o WebOS não conseguir detectar múltiplas contas online para o mesmo contato, você pode manualmente interligar os contatos.

E melhor: quando você estiver escrevendo mensagem de texto, enviando e-mail ou mandando mensagem de comunicador instantâneo, todas as conversas são posicionadas em uma tela estilo bate-papo, assim você consegue enxergar todas as conversas que você teve com determinada pessoa ao longo de um período específico de tempo.

Universal Search
Todo o conteúdo do seu telefone é buscável. Sejam contatos, conversas antigas, compromissos, arquivos de mídia, etc., você pode facilmente encontrar o que precisa no seu telefone com todos os resultados fornecidos em uma única tela. Mas se o que você estiver buscando não está localmente no telefone, você pode levar a mesma busca à Internet com um ou dois toques na tela, onde então ela passará por sites como Google e Wikipédia.

Notificações
O Palm tentou dominar aquele recurso de smartphone cheio de gestos: notificações de segundo plano. O problema é que as notificações tendem a distrair demais ou não distrair o suficiente. O sistema de notificação do Palm aparece na metade de baixo da tela, mas a interface do aplicativo ajusta de forma que você ainda possa continuar com o que estava fazendo. Obviamente, você precisa uma hora aceitar a mensagem (ou cancelá-la), mas este recurso definitivamente o economizará um bocado de frustração.

Navegador multitoque
O navegador do WebOS é o primeiro desde o Mobile Safari a suportar gestos multitoque. E, assim como o Mobile Safari do iPhone e o navegador do Android no G1, ele é feito com o WebKit, o que significa que você pode esperar desempenho rápido e responsivo nestes telefones. (Imagem via Palm Goon)

 

***********

PERGUNTAS MAIS FEITAS
(Muitas das perguntas foram tiradas da nossa entrevista com a Palm durante no hands-on Pre.)

Vai haver um Palm Pre GSM?
Sim, mas será um telefone UTMS disponível mais pro final do ano somente na Europa. Nenhuma notícia sobre um telefone GSM para as demais localidades ainda.

Que tipo de conectividade com a Internet possui o Palm Pre?
O Pre possui um chip de banda larga móvel EVDO rev. A (para conectividade média acima de 1MBbps) além de Wi-fi (b/g).

Quanto durará a bateria entre as cargas?
A Palm não revelou oficialmente qualquer informação ainda sobre isto, mas o Pre Central, baseado em fotos da bateria, deu um chute bastante informado de que a bateria é idêntica à encontrada no Centro (1150mAh-1350mAh).

Como aponta John Herrman no seu post, o Treo Pro possui uma bateria de 1500mAh que opera por uns dois dias entre as cargas; o iPhone possui uma bateria de 1400mAh que é boa, mas às vezes se desgasta muito rapidamente; e o G1 possui uma de 1150mAh, considerada incrivelmnete inadequada aos olhos de muitos.

Um representante de relações públicas da Palm contou ao PalmInfoCentral para esperar que a ateria tenha a duração de uma de 1200mAh, apesar de dizer quanto dura em tempo real depende do processador e da exigência do SO.

A bateria é removível?
Sim.

O que o botão superior faz?
O botão dedicado encontrado no topo do telefone não apenas troca entre modos silencioso e normal como você também pode apertá-lo para ativar/desativar modo avião.

A tela do Pre gira sozinha entre modo retrato/paisagem?
Sim, assim como a maior parte dos smartphones high-end, o Pre possui acelerômetros embutidos que são bastante responsivos.

O Pre possui uma entrada padrão para headphone?
Sim, o Pre usa a entrada padrão de 3,5mm para headphone, localizada na parte superior do telefone, que funciona com todos os headphones portáteis mainstream.

O Palm Pre possui armazenagem expansível?
Não. Os 8GB que vêm com o telefone são o que você terá.

A Palm discutiu a disponbilidade de um Pre de 16GB ou 32GB?
Não.

Os aplicativos dos antigos sistemas operacionais Palm (aka Garnet) funcionarão no WebOS?

Esta foi uma surpresa total, mas sim. O Pre possui um emulador vindo para rodar aplicativos Palm clássicos. No entanto, não espere que tudo funcione 100% incrivelmente.

O WebOS possui um teclado na tela?
Nenhuma menção específica foi feita, mas pelo que vimos até agora, não. Isto pode ser uma omissão específica, já que o Pre já possui um teclado específico. Seria difícil acreditar que o WebOS não possui provisões para um teclado de software nos telefones futuros.

A HTC está envolvida no design ou fabricação do Palm Pre?
Não. O Palm Pre e o WebOS foram projetados inteiramente dentro da empresa, usando somente funcionários da Palm. Alguns trabalharam no Palm OS original, enquanto outros eram novos no projeto. Quanto à fabricação, a Palm não revelou quem está montando os telefones, mas confirmou-se que não é a HTC.

O Pre grava vídeo?
A Palm disse que o Pre não possuirá capacidade de gravação de vídeo logo no lançamento, mas é algo que eles estão tentando ver para atualizações futuras.

Tem voicemail visual?
Não.

O quê?!? E MMS?
Sim.

Vai haver suporte a Flash no Pre/WebOS?
Provavelmente não no lançamento, mas sem dúvida chega.

Os aplicativos realmente rodam em segundo plano?
Sim. Qualquer aplicativo poderá funcionar em segundo plano. Eles não se fecharão nem ficarão dormentes quando você troca para outro aplicativo ou volta para a tela inicial. Isto é diferente do iPhone, que por enquanto só roda aplicativos criados pela Apple no segundo plano.

Quantos podem ser rodados ao mesmo tempo?
Nenhum número oficial foi dado, mas a Palm acha que é razoável assumir que o Pre consiga rodar de 15 a 20 aplicativos simultaneamente.

VAI HAVER COPIAR E COLAR?
Sim, o Pre possui copiar e colar.

Como obterei aplicativos? Quanto custarão?
Haverá uma loja central de aplicativos que será o único método de distribuição para o Palm Pre e futuros telefones WebOS. Por ora, nenhum modelo foi lançado ainda, mas assumiremos que existirão aplicativos gratuitos e baratos.

Você poderá sincronizar os aplicativos via computador?
Não. A loja de aplicativos funcionará inteiramente dentro do WebOS.

Haverá um processo de aprovação de aplicativos? Vai ser tão rigoroso quanto o da Apple?
Sim, vai haver um processo de aprovação de aplicativos para aplicativos WebOS. No entanto, de acordo com a Palm, eles estão menos preocupados com o que fazem os aplicativos e mais focados e certificarem que não há exploits de segurança e problemas de estabilidade (eis como ela se compara com todas as demais lojas de aplicativos dos outros sistemas operacionais).

O SDK será aberto a todos?
Sim, a Palm fará com que o SDK seja disponível a todos que queiram desenvolver aplicativos.

Os aplicativos serão tão bons quanto os de iPhone ou Android?
Esta é uma pergunta ainda aberta a discussão. O SDK da Palm, como o entendemos até agora, permitirá que desenvolvedores criem aplicativos que ficam em algum ponto entre aplicativos de web e aplicativos nativos em termos de complexidade. Apesar de os aplicativos serem instaláveis diretamente no telefone, os desenvolvedores não terão o mesmo nível de acesso ao hardware que os desenvolvedores de iPhone e Android possuem.

O que isto significa? O típico aplicativo Yelp/Mint/Pandora provavelmente funcionará, aparentará e agirá da mesma maneira no WebOS como em qualquer outra plataforma móvel. Mas quando falamos daqueles tentando escrever aplicativos repletos de recursos – aplicativos de vídeo e jogos, por exemplo, que requerem otimização e acesso especial ao hardware – eles provavelmente terão alguns problemas de desenvolvimento usando somente o SDK. A Palm diz que eles trabalharão com desenvolvedores selecionados para conferir a eles mais acesso às partes intrincadas do telefone, como Telenav no aplicativo GPS, por exemplo.

Onde posso dar uma olhada melhor em alguns aplicativos?
O Palm Goon tem uns walkthroughs e imagens suspeitamente boas – tipo boas demais – do Google Maps, o navegador de Internet, aplicativos Tasks e Memos. Demos uma boa fuçada no Google Maps e Pandora.

O Pre sincronizará com PCs via Outlook ou algum outro programa de desktop?
Pelo que sabemos, não há nenhum aplicativo especial de cliente. Você pode conectar o Pre como um dispositivo de armazenagem em massa e arrastar as mídias (música, vídeo, foto) dentro de pastas preexistentes feitas para tais arquivos, permitindo que eles apareçam no player de mídia. Quanto a outros tipos de sincronização, tal como Outlook, não temos certeza ainda de como funcionará. Nós ouvimos dizer e vimos umas coisas sobre ele ter backup online e limpeza remota via um “perfil Palm”.

O WebOS tem um aspecto esbelto e bonito?
Bem, a Palm não gosta de falar muito sobre o seu próprio software, mas eles conseguiram deixar implícito que o Mobile OS X é um paquiderme lerdo e obeso.

************

IMPRESSÕES ORIGINAIS DO HANDS-ON
Nem o hardware do Pre ou o software WebOS estão sequer próximos do final, então é difícil tirar muitas conclusões do nosso breve contato, mas eu posso dizer que a Palm está fazendo frente à Apple no campo da experiência do usuário com este novo telefone.

A tela é responsiva e detecta com precisão a posição do seu dedo. Eu não tive a sensação de ter que dar atenção especial ao que eu estava tocando ou o que fazia com aquilo. Os cartões multitarefa para gerenciamento de aplicativo são realmente intuitivos, permitindo que você aproxime ou afaste a imagem, acrescente e remova e troque entre os cartões com um simples piparote. E ter o desktop WebOS como uma espécie de moldura em torno dos cartões evita que você se sinta muito soterrado com a quantidade de dados pela qual você passa (mais ou menos como as “lâminas” recém-revisadas do Xbox 360).

A área de gestos abaixo da tela interage realmente bem com a interface na tela. Eu em nenhum momento tive problema em abrir a wave dock a partir daquela área, por exemplo.

O hardware parece ser de boa qualidade. É definitivamente plástico, mas não passa a sensação de ser barato e o tamanho do telefone funciona bem para controle com uma mão só. O design da articulação é macio, apesar de ter sido melhor ter um design ativado por mola – não tem. Os botões são reminiscentes dos encontrados no Treo Pro, ou seja, nada espetaculares mas suficientemente bons para não serem um incômodo. O design do telefone é meio arredondado demais pro meu gosto, mas quanto à usabilidade, isso nem é um problema.

************

palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre palm pre

************

 

Background histórico
A Palm vem há tempos fazendo PDAs para o grande público e, como dizem por aí, para realmente entendermos para onde vai a Palm com o Pre, você precisa entender o que eles já foram. Então eis uma breve recapitulação dos softwares, dispositivos e eventos levando ao anúncio do Pre/WebOS.

Palm OS/Treo
O Palm OS, a primeira grande plataforma da empresa, foi primeiramente projetado para a linha Pilot de PDAs ainda em 1996. Os primeiros releases do Palm OS (1.x-4.x) continham recursos avançados como controle por toque com stylus, reconhecimento de caligrafia, uma tela inicial em grade (adotada pela maior parte dos designers de interface de handsets nos anos a seguir), com o tempo acrescentando suporte móvel à Internet, clippings móveis, e-mail e suporte a USB.

O primeiro telefone baseado na Palm da Handspring – o Treo – saiu em 2002. Ele veio junto com a multidão de smartphones, com recursos mainstream tais como displays coloridos de alta resolução, mensagens de texto encadeadas, reprodução multimídia, aplicativos homebrew tais como emuladores NES e possivelmente o pior navegador móvel já feito, o Blazer.

Em 2003, a Palm comprou a Handspring e lançou o primeiro Treo com marca Palm, o 600. A Palm continuou fazendo telefones com teclado QWERTY à frente, entradas para cartão SD e câmeras (fato divertido: Ed Colligan, CEO da Palm, saiu da empresa que ele ajudou a fazer crescer para poder criar a Handspring; ele voltou à Palm somente quando eles compraram a Handspring em 2003). O Palm Centro, lançado em 2007, foi o último dispositivo Palm a rodar o SO Garnet (v5.4.9). Mas então o software – além do hardware – já começava a mostrar sinais de envelhecimento, exigindo um novo SO e design industrial.

Anúncio do Palm OS II
Em maio de 2007, a Palm anunciou que eles estavam trabalhando em um sistema operacional baseado em Linux completamente novo para seus futuros telefones, experimentalmente chamando-o de Palm OS II. Nenhum outro detalhe foi dado então.

Entre meados de 2007 e fim de 2008, o Palm OS II foi constantemente postergado, atrasado e ignorado conforme as ações da Palm despencavam. Muitos acreditaram que a empresa desintegraria sem chance de retorno antes que o SO pudesse chegar ao mercado.

Nova
Ao final de 2008, voltaram os boatos sobre o Palm OS II, desta vez mencionando a plataforma cujo codinome seria “Nova”. Futuras notícias confirmaram que ele seria revelado na CES 2008. Ainda assim, muitos ficaram céticos sobre quanto do Nova Palm seria exibido, se é que mostrariam alguma coisa.

Logo antes da CES, boatos começaram a surgir sobre um telefone Palm que acompanharia o Nova OS. O telefone seria um dispositivo touchscreen quadradão com um teclado deslizante.

Revelação na CES
No dia 8 de janeiro de 2009, a Palm anunciou o smartphone Pre e a plataforma WebOS no Consumer Electronics em Las Vegas com grande alarde. A funcionalidade multitoque e a fácil integração com a Internet eram dois grandes pontos de ênfase do seu novo produto.