A Sony tem um fone de ouvido com cancelamento de ruído muito bem avaliado, o MDR-1000X. Nesta edição da IFA, a companhia revelou uma nova geração do acessório, o WH-1000xM2, com novas funcionalidades e US$ 50 mais barato. No estande da marca na feira, pude testar os fones por alguns minutos em um ambiente que simulava um avião, e as primeiras impressões foram ótimas.

• Estes são os novos Sony Xperia XZ1, XZ1 Compact e XA1 Ultra
• Esta escova de dentes da Philips é inteligente e te dá uma nota de desempenho

Na real, a primeira impressão é boa de cara – o visual do WH-1000xM2 é bacana e vem em duas cores: preto e creme. Ele é grandalhão e pouco discreto, mas se você está procurando por um fone com cancelamento de ruído, discrição não é exatamente um adjetivo que combina. Apesar do tamanho, ele não é tão pesado, e a espuma tem espaço suficiente para a orelha e incomoda um pouco menos quem usa óculos, por exemplo.

Depois de colocá-lo e ligá-lo, o cancelamento de ruído começa a funcionar. Segundo a Sony, esse recurso está mais poderoso nesta geração, mas também mais adaptável, graças à melhoria nos controles de ruídos do ambiente, bem como uma tecnologia que a fabricante chama de Sense Engine. Você pode dizer para o fone, com apenas um toque em um botão, se quer bloquear sons mais altos e continuar escutando as vozes das pessoas ao seu redor, por exemplo.

Em um ambiente que simulava um avião com um som alto de turbina – além da movimentação das pessoas na feira –, tudo o que eu ouvi foi a música que estava tocando no Walkman. A Sense Engine usa microfones que estão dentro e fora da parte auricular e um sensor de pressão atmosférica, para ajustar o cancelamento. É claro, era um ambiente minimamente controlado, mas o histórico da Sony dá pontos positivos para o novo modelo.

O aplicativo para smartphone tem outros truques também. Como é de costume, há um equalizador com vários cenários pré-definidos, mas além disso existe uma nova funcionalidade chamada “Listening Position”, para controlar de qual direção você quer que o som venha. Com ela, dá para continuar ouvindo o que um amigo de trabalho da mesa ao lado te conta, sem tirar os fones.

Segundo a companhia, o WH-1000xM2 tem autonomia de 30 horas e vem com a tecnologia Quick Charge. Com dez minutos na tomada, você ganha mais uma hora de autonomia. O modelo começará a ser vendido nos Estados Unidos e na Europa neste mês, e o preço sugerido é de US$ 350 (R$ 1.100, em conversão direta). Não há previsão para a chegada do produto no Brasil.

Imagem do topo: Sony

O Gizmodo Brasil viajou para Berlim a convite da Philips.