O Google I/O vem aí, e isso significa provavelmente uma atualização para o Android. Talvez não seja uma atualização total para uma nova versão (5.0) anunciada na keynote de amanhã, mas esperamos mudanças. E por mais que a nossa lista de desejos não seja tão longa como foi em outros anos, ainda tem muita coisa para ser feita. Eis o que esperamos ver:

Babel: mais do que qualquer outra coisa, queremos muito ver o especulado serviço de bate-papo do Google Babel fazer o que promete: unificar todos os chats em apenas um. Isso significa mensagens SMS, Google Talk, Hangouts e outras coisas que o Google pode preparar. Considerando a inclusão do Talk no Outlook.com começando nesta semana, esperamos que ele também conte com outros serviços, como Skype, AIM e até mesmo o Facebook.

Limpar a barra de notificações: o Android é belo agora – ou pode ser se você quiser que seja – e sempre teve uma eficiência espartana. Exceto em um ponto: a terrível barra de notificações no topo da tela. Quando as notificações chegam, os ícones dos apps que elas representam surgem um a um. E se você tiver várias notificações do mesmo app, ou múltiplas contas no mesmo app, elas vão dobrar ou triplicar, deixando dois ícones do Gmail, três do Facebook e quatro do Google Talk. Demais. O Android faz um bom trabalho ao organizar as notificações na tela específica para elas, então eliminar os duplicados seria um bom começo. Mas ele também poderia aprender uma lição com a tela de bloqueio do Windows Phone e definir uma posição para apps individuais.

Botão voltar mais inteligente: os botões para voltar são problemáticos. Mas eles são muito úteis quando, por exemplo, você quer voltar. Em um browser, é uma função simples. Mas em smartphones, se tornou muito complicado. Por mais que o Android não seja tão ruim quanto o Windows Phone nisso, ele ainda tem o problema em que apps precisam de dois botões (o do Android e o contextual no canto superior esquerdo que aparece em vários apps). Isso é confuso por si só, mas é ainda mais quando tocar o botão de voltar do Android manda de volta nas telas do app que você está usando, mas um terceiro te manda para um app completamente diferente, e a mesma coisa pode te mandar para a tela inicial ou até mesmo um menu.

ku-xlarge

A correção para isso seria eliminar o botão de voltar do Android completamente, ou exigir que todos os apps tenham um botão voltar que funciona apenas dentro dele. Retornar a outro app poderia ser feito com a parte de multitarefa, que é bem suave no Android atualmente. Esta é uma grande dor de cabeça, e resolver isso seria um grande passo para o Android.

Google Now mais poderoso: nós amamos o Google Now, mas há muito o que melhorar nele. Para começar, precisamos de mais controle sobre quais cards aparecem e quando eles aparecem. Poderia ser algo esparso e intuitivo como já é por padrão, mas configurações para cada card seria ótimo para fazermos alguns ajustes, como mudar quando você gostaria de chegar no aeroporto para um voo. No lado das buscas, o Google Now precisa de mais sensibilidade de contexto. Ele deveria saber que quando você procura “agência bancária próxima” você não quer uma busca na web, e sim um mapa com os resultados relevantes destacados.

ku-xlarge (3)

Segurança melhorada: o Android ainda não tem uma forma de apagar remotamente o dispositivo, ou localizá-lo em caso de perda. Esta função só é disponível para administradores dos apps do Google. É maluquice que não seja público. Claro, existem serviços de terceiros que fazem isso (cobrando uma taxa), mas seria ótimo se o Google fizesse um serviço próprio acessível pela web.

Padrões melhorados: trocar seus apps padrões é uma das coisas que nerds sempre amaram no Android, mas para os menos pacientes, não é muito fácil. Quando você clica no ícone para enviar uma mensagem para um contato, o Android pergunta qual programa você gostaria de usar, e se você gostaria de usá-lo como padrão. O que é ótimo! Mas você precisa fazer isso para cada um dos seus contatos. A mesma coisa ao associar arquivos com apps. Um simples “Você gostaria de sempre ver seus arquivos PDF com o QuickOffice?” resolveria.

Notificações na tela de bloqueio: esta é uma das poucas coisas que as notificações do iOS são melhores. Seria ótimo se você tivesse a opção de mostrar suas notificações direto na sua tela de bloqueio, sem precisar abrir tudo para ver quem enviou o que. Poderia ser muito bem um “deslize para a direita para abrir, para a esquerda para apagar”.

ku-xlarge (2)

Melhorias no Maps: o Google Maps talvez seja o melhor app de mapas (nossa opinião), mas não significa que não poderia ser melhor. Para começar, navegação turno a turno poderia se corrigir em tempo real com a mudança de padrões do tráfego. Também é preciso ter mais consistência na interface de usuário. Às vezes, quando você está na visualização do mapa, o botão voltar vai levar de volta à lista de direções. Outras vezes, desfaz a pesquisa feita, ou ainda mais estranho, leva de volta a uma pesquisa anterior. Mais importante de tudo, deveria ser uma forma de ajustar sua rota no modo de navegação. Por exemplo, se você precisar encontrar um posto de gasolina ou restaurante, você poderia conseguir fazer uma busca por voz dentro do Maps, que o levaria até a sua escolha e então de volta à sua rota.

Google Music: o serviço de música do Google é ótimo, mas tem algumas coisas básicas muito errados. Para começar, não há reprodução contínua! Ele estraga álbuns com músicas que se misturam perfeitamente. Além disso, as músicas armazenadas no Google Music só podem ser ouvidas pelo Google Music. O Android poderia conseguir usá-las ao menos com apps do sistema, para que você conseguisse fazer a sua música preferida ser o ringtone ou o alarme.

ku-xlarge (1)

Podcasts: como isso ainda pode ser desse jeito? O suporte do Google a podcasts é terrível há muito tempo, desde o abandonado Google Listen, mas parece que o Google abandonou-os completamente agora. As pessoas ainda ouvem essas coisas! E até o Windows Phone tem uma forma de procurar e assinar pela loja oficial! Sim, existem apps de gerenciamento de podcasts por aí. É o Android: existe app para qualquer coisa. E para muitos dos que leem isso aqui, isso é mais do que ótimo, não é nenhum problema. Mas é algo ruim para muitos outros. É sobre integrar todas as coisas de maneira simples e básica no ecossistema do Google, e é inadmissível que o Google não tenha feito isso ainda.

Perfis: uma das coisas que a HTC acertou no software do HTC One foi trazer de volta a opção de criar perfis. Usuários de BlackBerry sabem o que é isso. O One vem com configurações pré-definidas com os perfis Normal, Silencioso e Vibrar. Você pode colocar um widget 1×1 na sua tela inicial para ver qual modo está usando e alternar entre os três. É fantástico, e devia ser padrão em todos os smartphones com Android.

ku-xlarge

Troca de perfil trabalho/pessoal: o BlackBerry 10 acertou em cheio em um ponto: a mudança entre perfil trabalho/pessoal. Balancear o uso corporativo e pessoal é desafiante, então separar completamente os dois no seu telefone para separá-lo de determinado tipo de vida é fantástico. Além disso, muitas empresas dão aos usuários a opção de usar smartphones com Android ou iPhones em vez de BlackBerries, então isso deve ser útil para uma audiência específica. E mesmo para aqueles que não tem “smartphones de trabalho” oficiais, uma barreira entre você e seu escritório parece ótimo.

Sincronização entre Android e Chrome: talvez não seja a hora de uma fusão entre o Chrome e o Android para se tornarem uma única entidade, mas nós ainda podemos confiar na onipresença do Chrome para dar ao Android um lar real em nossos computadores. O iPhone tem o iTunes, e até o Windows Phone tem seu app próprio para Windows e Mac. Os Androids, no entanto, usam apps antiquados, sem nenhuma forma de gerenciar todas as informações do seu smartphone no seu desktop. Por que não criar um app ofocial Google Phone para o Chrome para isso? A existência do Chrome em todas as plataformas daria ao Android uma base não importa qual seja o seu computador.

Corrigir a fragmentação: Nunca vai acontecer. Por vários motivos. Mas ainda assim, se tem algo que queremos que seja corrigido, seria abandonar as skins, ou ao menos freá-las, e garantir que as atualizações sejam mais rápidas. Por parte de fabricantes e operadoras. Aumentar a velocidade dos testes, diminuir modificações e garantir que todos os smartphones recebam a atualização no dia 1.