A 99 anunciou esta semana o lançamento do 99Mulher, nova modalidade do aplicativo que vai permitir às motoristas escolher transportar apenas passageiras mulheres. A ferramenta, que estava em fase de testes em algumas cidades desde 2019, agora passa a valer em todo o Brasil a partir da próxima segunda-feira (8), quando se comemora o Dia Internacional da Mulher.

De acordo com a empresa, as condutoras poderão ligar ou desligar a funcionalidade a qualquer momento por meio de um botão dentro do app. A 99 afirma que checa as informações das motoristas e passageiras através de documentação e de verificação facial, sendo que as usuárias que solicitarem as viagens serão avisadas de que uma motorista mulher está a caminho para dar início a uma corrida.

O recurso foi lançado em forma de teste no fim de 2019 nas cidades de Santos, Campinas, Goiânia, Manaus, Recife, Fortaleza, Belém e Teresina. No início do ano, foi expandido ainda em fase beta para Macapá, Cascavel, Cuiabá, Juiz de Fora, São José dos Campos, Maceió e Jundiaí. Só nos últimos seis meses, foram feitas mais de 78 mil corridas apenas entre motoristas e passageiras mulheres.

Assine a newsletter do Gizmodo

Ainda segundo a 99, não foi relatado nenhum caso que colocasse em risco a segurança das usuárias. Além disso, a empresa diz que a iniciativa reduziu em 5% as ocorrências de assédio por milhão de corridas entre julho e dezembro de 2020. Pâmela Vaiano, diretora de comunicação da 99, espera que, com o lançamento nacional da função, os casos de assédio contra mulheres diminuam de forma ainda mais expressiva.

Vale citar que a 99 não é a única a oferecer a possibilidade das motoristas do aplicativo transportarem apenas passageiras mulheres. Há alguns meses, a Uber disponibilizou o mesmo recurso pelo programa Elas na Direção.