Parece que foi apenas semanas atrás que a Amazon, inadvertidamente, compartilhou os endereços de e-mails de seus clientes — ah, sim, é porque foi mesmo.

Antes, um número desconhecido de consumidores recebeu e-mails os informando de que dados “foram divulgados por um funcionário da Amazon para um vendedor terceiro” que foi, em seguida, demitido. Já o déjà vu desta quarta-feira (21), no entanto, foi descrito pela empresa como tendo sido causado pelo próprio site da Amazon, resultado de um “erro técnico”.

Olá,

Estamos contatando você para avisar que nosso site inadvertidamente divulgou seu endereço de e-mail devido a um erro técnico. O problema foi consertado. Isso não é resultado de algo que você tenha feito, e não existe necessidade de você mudar sua senha ou fazer outra coisa.

Atenciosamente,

Serviço ao Cliente

A Amazon costuma ficar de boca fechada sobre basicamente tudo, e isso claramente não é exceção — embora o e-mail da empresa sugira um problema de natureza diferente do que um lobo solitário tentando ganhar alguns trocados extras planejando junto com um vendedor nefasto. Quantos endereços de e-mail foram expostos ou de que forma o site da Amazon foi parte desse suposto erro são lacunas que provavelmente não serão preenchidas.

Os clientes preocupados podem optar aqui pela autenticação de dois fatores para suas contas da Amazon, que, embora imperfeita, pelo menos adiciona outra camada de segurança às identidades online.

Um porta-voz da Amazon disse ao Gizmodo que os endereços de e-mail vazados não representam uma violação do site ou de seus sistemas subjacentes e escreveu por e-mail: “Corrigimos o problema e informamos os clientes que podem ter sido afetados”.

[CNBC]