O Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito anunciou a descoberta de um templo dedicado a Zeus no norte do Sinai. Segundo comunicado postado nas redes sociais na última segunda-feira (25), as ruínas foram encontradas no sítio arqueológico de Tell el-Farma, antiga cidade de Pelúsio.

O local foi identificado pela primeira vez em 1900, quando o egiptólogo francês Jean Clédat encontrou inscrições gregas antigas que mostravam a existência do templo Zeus-Kasios. Porém, o templo não foi desenterrado na época. 

Zeus-Kasios é referência a Zeus, deus do céu, do raio e do trovão na mitologia grega antiga, e o Monte Kasios, na Síria, onde Zeus era adorado por fiéis.

Os arqueólogos basearam a escavação após localizar duas enormes colunas de granito caídas, que parecem ter um dia constituído o portão de entrada do espaço. De acordo com Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, a estrutura foi derrubada após um forte terremoto que atingiu a região no passado. 

As ruínas ficam entre o forte Pelusium e uma igreja-memorial que existe no local. Os pesquisadores acreditam que o templo no Egito tenha sido ocupado durante os períodos greco-romano e bizantino.

Os arqueólogos também identificaram um conjunto de blocos de granito, que provavelmente foram usados pelos fiéis como uma escada para chegar ao templo. A equipe deve estudar as ruínas e realizar uma pesquisa de fotogrametria no local. Assim, poderão revelar o projeto arquitetônico do templo.